O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou mais uma vez o julgamento do recurso impetrado por Marcio Lacerda (PSB), no qual o ex-prefeito tenta validar sua candidatura ao governo de Minas. Previsto para ser julgado na tarde desta quinta-feira (16), o recurso foi retirado da pauta e não há previsão para nova data de julgamento.

Essa é a segunda vez que o TSE adia o julgamento do recurso de Lacerda.  Nesta segunda-feira (13), o órgão eleitoral transferiu o julgamento para esta quinta-feira (16), retirando o caso da pauta. Apesar da remarcação, o caso não voltou à pauta do TSE. Segundo a assessoria do tribunal, não há previsão para novo julgamento.

Lacerda entrou com dois recursos na Justiça para tentar validar a convenção nacional do PSB, que decidiu não lançar candidato próprio em Minas, rifando assim sua candidatura. Um deles está ajuizado no TRE-MG, sem data para ser julgado. Já o outro, impetrado no TSE, agora também aguarda nova data para julgamento.

Na terça-feira (14), o TRE-MG negou pedido de Lacerda para antecipar o julgamento sobre a validade de sua candidatura, em um pedido de antecipação de tutela feito pelo pessebista. Segundo o juiz Nicolau Lupianhes, só seria possível julgar o caso do ex-prefeito após o registro de sua candidatura, que foi feito na tarde desta quarta-feira (15). Apesar disso, ainda não há posição do TRE-MG sobre uma data para analisar a candidatura de Lacerda.