A Uber e a Ambev vão atuar com uma estratégia agressiva na estreia, em Belo Horizonte, da UberEats, serviço de delivery de alimentos da empresa de transportes. Todas as pessoas que baixarem o aplicativo nesta quarta (5) terão direito a pedir gratuitamente três long necks da cerveja Brahma Extra, sem pagamento até mesmo da taxa de entrega.

O usuário receberá as versões lager, red lager e weiss (de trigo) da cerveja. A promoção funcionará entre 12h e 16h e serão distribuídos 30 mil kits no país. A ação também acontecerá em São Paulo, onde a UberEats funciona desde dezembro, e no Rio, que também terá a estreia do aplicativo hoje.

Em Belo Horizonte, no entanto, o serviço só funcionará, inicialmente, nos bairros Centro, Santa Efigênia, Savassi, Cidade Jardim, Funcionários e Carlos Prates.

Para ter direito à cortesia, os usuários deverão baixar o aplicativo UberEats (que é diferente do Uber comum) e fazer o pedido numa loja temporária da Brahma que funcionará nele durante a promoção. 

Aplicativo
Depois de causar uma reviravolta no mercado de táxis, a Uber chega para concorrer com o iFood, líder de delivery no país.

O funcionamento do UberEats é semelhante ao do rival, no qual o usuário pode comprar refeições vendidas por restaurantes cadastrados no aplicativo.

Como diferencial, a UberEats cita a possibilidade de o usuário acompanhar, pelo aplicativo, o trajeto da comida entre o restaurante e a sua casa – semelhante ao que ocorre quando se pede um carro para transporte na Uber. 

O aplicativo também conta com um mecanismo de inteligência artificial, que, por exemplo, faz sugestões de outros pratos que podem combinar com o pedido feito. O custo para o usuário é de R$ 7,90 por pedido.

Além dos motoristas do UberX, que podem optar por fazer as entregas e ganhar por tempo e distância da viagem, o serviço deve contar, principalmente, com o uso de motoboys. A médio prazo, a proposta da empresa é também fazer entregas com bicicletas, nos moldes do que já ocorre em São Paulo.

A Uber não confirmou o número de restaurantes cadastrados em BH, mas afirmou que pretende expandir o número de bairros atendidos na cidade. “Quando começamos em São Paulo, no final do ano passado, também estávamos em apenas alguns bairros, mas hoje o serviço já abrange a Região Metropolitana”, diz a porta voz da empresa, Gabriela Manzini.

Com a estreia em Belo Horizonte e no Rio, o serviço passa a operar em 100 cidades de 27 países