A empresa responsável pelas operações na usina nuclear de Fukushima Dai-ichi informou nesta quinta-feira (3) que detectou um novo vazamento de água contaminada no complexo.

Segundo a Tokyo Electric Power, também conhecida como Tepco, o incidente ocorreu quando funcionários colocaram líquidos radioativos em um reservatório que já estava operando em sua capacidade máxima, o que levou a um transbordamento de água contaminada.

A TEPCO estima que 430 litros de água vazaram para fora de uma barreira de concreto que envolve cinco reservatórios. A TEPCO acredita que o líquido contaminado chegou ao oceano Pacífico ao atravessar uma vala ao lado da barreira.

A empresa disse que os níveis de radiação em amostras de água tiradas do mar perto da usina permaneciam abaixo dos níveis detectáveis.

Enormes quantidades de água têm sido usadas para resfriar os reatores e as barras de combustível desde que o terremoto e o tsunami de março de 2011 destruíram o sistema de resfriamento de Fukushima Dai-ichi. Uma série de vazamentos de água contaminada tem causado preocupações sobre a estabilidade da usina. Fonte: Associated Press.