Uma câmera de segurança do hall de entrada da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no interior de São Paulo, registrou os momentos em que os jovens atiradores entraram na instituição e começaram a atacar os estudantes.

Pelo vídeo (acima, editado para não exibir as cenas chocantes dos assassinatos), é possível observar que um jovem entra primeiramente e retira uma arma de fogo da mochila, atirando em seguida nos estudantes que estavam no local. Minutos depois, o outro agressor entra na escola com uma besta e um machado nas mãos.

O massacre resultou em dez mortes – incluindo dos dois assassinos, que se mataram dentro da escola. Onze feridos continuam internados em hospitais. Sete pessoas estão em hospitais estaduais, duas estão em hospitais municipais de Suzano e outras duas em hospital particular.

De acordo com o secretário de Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campo, a motivação ainda não foi conhecida, mas está sob investigação pela Polícia Civil. 

Leia mais:
IML de Suzano começa a receber corpos de vítimas de massacre
Onze feridos continuam internados após atentado em escola de Suzano
Atingido por machadinha, aluno correu até hospital próximo à escola
Motivação do crime está em investigação, diz secretário
Atirador não tinha histórico de problema na escola, diz secretário