Merchandising no cinema é uma prática antiga na indústria do automóvel. Se o Tiranossauro Rex ajudou a Ford a vender Explorer nos anos 1990 e o terrível Indominus Rex fez o filme do Mercedes-Benz GLE, por que Lara Croft não pode ajudar a Volvo a promover o XC40? O jipinho sueco será a viatura da caçadora de tesouros em “Tomb Raider: A Origem”, que chegou aos cinemas brasileiros esta semana.

O XC40 é a grande aposta da Volvo no mercado global. O caçula da gama de utilitários-esportivos (SUV) da marca sueca figura no segmento de utilitários compactos premium, onde concorre com modelos como BMW X1 e X2, Mercedes-Benz GLA, Audi Q3, Jaguar E-Pace e Land Rover Evoque. Por aqui, ele chega na primeira quinzena de abril, em três versões de acabamento e motores turbo 2.0 de 190 e 254 cv.

A relação entre carro e heroína não foi revelada, por questões óbvias. Imagine se a Volvo desse spoiler do filme? Era perigoso ter maluco atirando pedras quando o visse na rua.