Se as eleições para a chefia do Executivo mineiro fossem hoje, o governador Romeu Zema (Novo) estaria reeleito no primeiro turno, aponta pesquisa do INSTITUTO HD DATA em parceria com o Dataquest. Pelo levantamento, Zema tem a preferência de 53% dos eleitores mineiros, contra 28% de seu principal oponente, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD). Juntos, os outros seis candidatos testados nesse cenário somam 13%: André Janone (Avante), Rodrigo Pacheco (DEM), Agostinho Patrus (PV), Áurea Carolina (PSOL), Marcelo Álvaro Antônio (PSL) e Paulo Abi-Ackel (PSDB). Nesse cenário, 7% dos entrevistados votariam em branco, nulo ou não quiseram responder. A pesquisa foi feita entre os dias 18 e 23 deste mês junto a 1.071 eleitores do Estado com idades entre 16 e 66 anos. O nível de confiança é de 95%, com margem de erro estimada em 3%.

Em todos os cenários testados a vantagem de Romeu Zema se mantém, chegando ao seu melhor desempenho quando o prefeito Kalil é substituído, na sondagem, pelo senador Carlos Viana (PSD). Nesse caso, Zema vai a 54% das intenções de voto, enquanto Viana teria 3% e a candidata do PSOL alcança 14%. Os outros nomes – Janones, Pacheco, Agostinho Patrus, Marcelo Álvaro e Abi-Ackel, além de Aécio Neves, também incluído nesse cenário – somam 15%. Votos brancos e nulos, juntos com percentual de entrevistados que não responderam, chegam a 13%.

Pesquisa HD Data

Segundo  Turno

A pesquisa também quis saber qual a intenção de voto dos mineiros em simulações de segundo turno. No cenário entre Zema e Kalil, o atual governador aparece com 56% das preferências contra 37% do prefeito belo-horizontino, uma diferença de 19 pontos percentuais. Entre Zema e Carlos Viana, a diferença a favor do governador sobe para 51 pontos percentuais: 62% a 11%. Já quando o confronto é entre Zema e o presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Agostinho Patrus, o governador fica com 62% a 17%.

Avaliação do governo

A pesquisa HD Data/Dataquest também perguntou aos entrevistados se aprovavam ou desaprovavam a administração de Romeu Zema. O resultado mostra que o chefe do Executivo mineiro com aprovação de 62% contra 33% que desaprovam. Quanto à avaliação da administração de Romeu Zema, 28% responderam considerá-la “ótima”, 29% responderam “boa” e 16%, “regular”. Para 10% a gestão de Zema é “ruim”, enquanto 15% disseram achá-la “péssima”.

Análise

Para o diretor do Instituto Dataquest, Hermes Naves, a pesquisa mostra um quadro de certa forma confortável para o governador Romeu Zema, visto que ele ganha em todos os cenários apresentados, aparecendo nas intenções de votos sempre acima de 50%. “Um fator a ser considerado é que o principal concorrente do governador (Alexandre Kalil) ainda é pouco conhecido no Estado e isso, claro, influencia na atual configuração desse quadro”, argumenta Naves.

A pesquisa de intenção de voto para as Eleições 2022 é a primeira realizada pelo INSTITUTO HD DATA, projeto oriundo da parceria entre o jornal Hoje em Dia e o Dataquest. O levantamento foi feito 100% de forma digital e exclusivamente com eleitores do Estado de Minas Gerais. A ideia, segundo Naves, é a realização de novos levantamentos pelo menos de dois em dois meses, permitindo dessa forma a construção de uma análise comparativa.