Kiko Ferreira e Ronan Scoralick Abdo assumirão, respectivamente, a presidências da Rede Minas e da Rádio Inconfidência, órgãos de comunicação vinculados à Secretaria de Estado da Cultura. Os nomes foram publicados no "Minas Gerais", nesta sexta-feira (15), diário oficial do governo.

As duas emissoras estavam sem direção desde a mudança de governo, no início deste ano. Na Rede Minas, a associação de funcionários tem reclamado da falta de pessoal para determinadores setores, comprometendo, segundo eles, a realização de programas.

Leia mais:

Governo nomeia Marcelo Matte como secretário das pastas de Cultura e Turismo

Zema se reúne com líderes da ALMG na expectativa de aprovar texto em abril

Seleção de gestores em Minas será um legado da gestão Zema, diz secretário Otto Levy