O governador Romeu Zema (Novo) redefiniu a escala de pagamento dos servidores e anunciou que, ao invés de três parcelas, pagará os servidores em duas vezes. Agora, conforme a Secretaria de Estado de Fazenda (SEE), todos os servidores vão receber os salários nos dias 14 e 28 de janeiro.

A mudança afetará apenas o funcionalismo das áreas de saúde e segurança pública, que terão aumento de R$ 1 mil na primeira parcela. A nova escala ficou da seguinte forma:

- Dia 14 será pago até R$ 3 mil para os servidores ativos, inativos e pensionistas das áreas de segurança pública e saúde. Os servidores das outras áreas receberão até R$ 2 mil;

- No dia 28 será feito o depósito do restante dos salários de todos os servidores.

Em nota, a SEE informou que a alteração foi possível "após análise do fluxo de caixa do Estado". Além disso, o novo governo ressaltou que está "trabalhado intensamente para resolver esses atrasos salariais que têm ocorrido em Minas Gerais desde 2016".

Por mês, a folha do funcionalismo estadual está orçada em R$ 2,1 bilhões.

Mudança

Na última terça-feira, o Estado havia divulgado que a escala de pagamento dos 633 mil servidores públicos, referente a dezembro, seria feita em três parcelas, sendo a primeira, de até R$ 2 mil, no dia 14; outra, de R$ 1 mil, no dia 21, somente para servidores das áreas de segurança e saúde; e a última em 28 de janeiro com o restante do salário.

Leia mais:
Governo reintegra comissionados das áreas de cultura e meio ambiente
Orçamento estourado: Minas tem 60,78% das receitas comprometidas apenas com a folha de pessoal
Zema sanciona orçamento com déficit de R$ 11,4 bilhões e limitação de gastos a poderes