Um professor universitário de 37 anos foi encontrado morto, na manhã deste sábado (3), no apartamento onde morava no bairro Arvoredo, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). De acordo com a Polícia Militar (PM), R.A.S. estava com as mãos e os pés amarrados, além de apresentar ferimentos no rosto. A suspeita é a de que ele tenha sido estrangulado.

Ainda não se sabe o que teria ocorrido. Policiais buscaram informações entre os vizinhos, mas eles relataram não terem ouvido barulhos suspeitos durante a madrugada ou pela manhã.

A porta do imóvel não tinha sinais de arrombamento. Uma quantia em dinheiro que estava na casa e o carro do professor não foram levados.

Nas redes sociais, a comoção entre familiares e amigos é grande. “Grande perda!!! Uma pessoa iluminada, cheia de sonhos, amigo fiel, professor dos sonhos, que tanto enchia de graças, de alegria, de conhecimento e de encanto a vida de todas as pessoas que dele se aproximavam”, dizia uma das mensagens. A faculdade onde o professor era coordenador do curso de pedagogia, a Facisa-BH, também se manifestou por meio do perfil oficial da instituição no Facebook. "Competente, disposto, companheiro, deixa muitas obras prontas e outras por acabar, inclusive seu inovador projeto de doutorado. Nossas saudades e desejo de que sua família seja confortada por Deus neste momento tão difícil". R.A. trabalhava na faculdade desde 2010.

O corpo do professor foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML). Até o início da noite deste sábado a polícia não tinha identificado suspeitos de envolvimento no homicídio.

R.A. será velado a partir das 23h30 no bairro Itatiaia, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. O sepultamento está marcado para às 16h deste domingo (4), no Cemitério da Paz, região Noroeste da capital mineira.