Mais duas vítimas e 15 testemunhas de acusação do processo sobre a queda do Viaduto Batalha dos Guararapes, ocorrida em 2014, foram ouvidas nesta sexta-feira (7) pelo juiz Marcos Henrique Caldeira Brant, titular da 11ª Vara Criminal de Belo Horizonte. Entre as pessoas ouvidas, estavam operários, encarregados e moradores do condomínio vizinho ao viaduto que desabou. Algumas das testemunhas, por terem sido relacionadas pelo inquérito como indiciadas, foram ouvidas como informantes. 

A acusação está a cargo do promotor Maurício Mattar. Oito advogados defendem os acusados. De acordo com o TJMG, os depoimentos tomados hoje destacaram a existência de incoerências nos projetos e a dificuldade dos operários em retirar as escoras no dia em que o pilar cedeu. 

Cinco dos onze réus estiveram presentes e acompanharam os depoimentos na audiência, que começou por volta de 9h e foi até 17h40.  A próxima será realizada no dia 21 de outubro, no Fórum Lafayette. 

Leia mais: 

Justiça faz 1ª audiência sobre queda do viaduto Batalha dos Guararapes

Segunda audiência sobre a queda do viaduto Batalha dos Guararapes ouvirá 34 pessoas

Dois anos após queda de viaduto em BH, processo não tem data para ser julgado