O incêndio que deixou ao menos 232 mortos em uma boate da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, é um dos piores em número de vítimas desde 2000.

A seguir, alguns dos piores casos já registrados.

- 25 dezembro de 2000: CHINA - 309 mortos em um incêndio que destruiu um complexo comercial e uma discoteca em Luoyang (centro)

- 1o. dezembro de 2002: VENEZUELA - 50 mortos em uma discoteca em Caracas.

- 20 fevereiro 2003: ESTADOS UNIDOS - 100 mortos e 200 feridos em um clube em West Warwick (Rhode Island, nordeste)

- 31 dezembro 2004: ARGENTINA - 194 mortos e 375 feridos em uma discoteca em Buenos Aires, onde 2.000 jovens viam um show de rock.

- 20 setembro 2008: CHINA - 44 mortos e 87 feridos no incêndio de uma discoteca em Shenzhen (sul), provocado por fogos de artifícios lançados dentro do recinto.

- 1o. janeiro 2009: TAILÂNDIA - 66 pessoas que festejavam o Ano Novo em uma discoteca em Bangcoc morreram no incêndio causado pelo lançamento de fogos de artifício.

- 5 dezembro de 2009: RúSSIA: 155 mortos em um incêndio provocado pelo lançamento de fogos de artifício em uma discoteca em Perm (1.200 km de Moscou)

- 27 janeiro 2013: BRASIL: ao menos 232 mortos no incêndio de uma boate em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A causa principal das morte foi asfixia, já que muitos jovens entraram em pânico e foram pisoteados, segundo os bombeiros.