Um dos bandidos mais procurados do Rio de Janeiro foi preso nessa quinta-feira (1), em Muriaé, na Zona da Mata, durante um desdobramento da  “Operação Migro”, deflagrada no dia 23 de fevereiro pela Polícia Civil e demais forças de segurança, para fiscalizar os acessos entre os estados do Rio de Janeiro e Minas.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito tentou fugir para um matagal, mas foi capturado. Ele tentou ainda enganar os policiais fornecendo dados falsos, mas foi identificado como Felipe Rocha Muniz, de 29 anos, um dos bandidos mais procurados do estado do Rio de Janeiro. No lava jato, os policiais  encontraram ainda um outro suspeito, de 40 anos. 

Felipe Rocha Muniz estava foragido de um presídio de Campos dos Goytacazes (RJ), desde o dia 3 de fevereiro, e tinha três mandados de prisão, sendo dois expedidos pela Justiça do Rio de Janeiro e um no Espírito Santo.

Segundo o delegado de Muriaé, José Roberto Machado Demetrio, o homem estaria envolvido em vários crimes. "O foragido é de altíssima periculosidade e estaria ligado a uma facção criminosa carioca. Além de integrar organizações criminosas que praticam roubos e furtos em vários estados".