NOVA GERAÇÃO

Honda apresenta nova geração do HR-V que evolui em tecnologia e segurança

Marcelo Jabulas
@mjabulas
Publicado em 02/07/2022 às 09:42.
 (Honda/Divulgação)

(Honda/Divulgação)

A Honda acaba de apresentar a segunda geração (no Brasil) do HR-V. O SUV, que já tinha sido apresentado lá fora há mais de um ano. Ainda sem preço definido, suas vendas terão início em agosto e o modelo será oferecido com duas opções de motores e quatro versões de acabamento. 

A chegada do novo HR-V coloca novamente a marca japonesa nos trilhos do segmento SUV. A primeira geração, lançada em 2015, se tornou um dos principais SUVs do mercado, chegou a ser líder de vendas, mas perdeu fôlego devido ao preço elevado e a chegada de novos rivais, com conteúdos mais sofisticados.

Agora, o modelo retorna com tudo aquilo que faltava ao seu antecessor. Com mais eletrônica embarcada e motores modernos, o HR-V quer voltar a ser referência no segmento. 

As versões de entrada serão equipadas com o motor 1.5 de 126 cv e 15,8 kgfm de torque, que atualmente equipa a dupla City e City Hatchback. A unidade substitui o antigo bloco 1.8 de 140 cv da geração passada. Já a versão topo de linha, Touring, será equipada novamente com a unidade 1.5 turbo, que na geração passada entregava 173 cv. Todas elas contarão com transmissão automática do tipo CVT, com emulação de sete marchas.

Segurança

No entanto, um dos grandes baratos do HR-V é que todas as versões contarão com sistema Honda Sensing. Trata-se de um pacote de assistentes de condução. Ele combina controle de cruzeiro adaptativo (ACC), frenagem autônoma, monitor de permanência em faixa e ajuste automático do farol alto.

A linha ainda conta com seis airbags, câmera acoplada ao retrovisor dianteiro (que é muito útil em conversões, principalmente quando surge uma motocicleta ou outro automóvel ao lado). Os equipamentos integram a lista que ainda oferece direção elétrica, multimídia (com conexão Android Auto e Apple Carplay), câmera de ré, ar-condicionado digital, sensores de estacionamento, assistente de partida em rampa e descida de ladeira, partida sem chave, monitor de pressão dos pneus. O quadro de instrumentos continua analógico, mas com computador de bordo centralizado, que resolve bem as necessidades de leitura.

Estilo

O novo HR-V tem desenho moderno, mas longe do estilo de seu antecessor. Para falar a verdade, a geração passada. Ele manteve o estilo dois volumes, sem terceira janela espia no porta-malas, como é comum entre os SUVs. 

Os faróis elevados, assim como as lanternas, seguem uma tendência do segmento, para imprimir mais robustez, assim como o capô mais horizontal. Ele também está com jeitão de maior. A Honda nunca escondeu que gostaria de posicionar o modelo no segmento de médios. Tanto é que justificava o preço elevado do antigo Touring por dizer que ele entregava os mesmos atributos que rivais maiores como o Compass. 

Seja como for, o HR-V está de volta. Lá fora ainda há uma versão eletrificada. A Honda não dá informações sobre quando ela deverá passar a oferecê-lo. No entanto, uma versão híbrida é fundamental para quem quer retornar ao mercado e se posicionar num degrau onde a arquirrival Toyota, é líder em eletrificados.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por