HD auto

Renault apresenta Austral; modelo concorre no segmento SUV e renova linha de jipinhos

Marcelo Jabulas
@mjabulas
Publicado em 16/03/2022 às 12:12.
 (Renault/ Divulgação)

(Renault/ Divulgação)

Depois de fazer mistérios, revelando detalhes de forma paulatina, a Renault finalmente apresenta o Austral. Modelo que chega para concorrer no segmento de SUVs médios na Europa. O utilitário faz parte da renovação na linha de jipinhos que já conta com os novíssimos Mégane E-Tech e Arcana.

Por lá, o modelo irá concorrer num segmento disputado que conta com rivais como Peugeot 3008, Volkswagen Tiguan, Skoda Enyaq, Citroën C5 Aircross, Opel Grandland e Ford Kuga. Com 4,51 m, ele tem medidas semelhantes ao do Jeep Compass, que também disputa terreno com o francês.

O SUV tem linhas elegantes, mas sem abusar de recortes como em outros modelos da marca. Os faróis mantiveram a assinatura em LED, numa curva abaixo das lentes e a ideia se repete nas belas lanternas

Visto de lateral, o Austral se mostra robusto, com para-lamas largos, linha de cintura elevada e uma coluna C que lembra levemente o SUV do leão. O modelo poderá ser equipado com rodas de 17 ou 19 polegadas.

Interior

Por dentro o Austral tem como destaque o quadro de instrumentos integrado com o multimídia vertical. O módulo forma uma grande tela em L, dividida por um dos difusores do ar-condicionado.
A partida sem chave foi posicionada no volante, logo abaixo do aro direito. E por falar em volante, ele passa a ostentar a logo redesenhada, elemento que ainda não pintou por aqui. 

Ele ainda oferece recursos triviais como carregamento por indução, porta USB-C, climatização digital, assistentes de condução, dentre outros itens. Mas o que chama atenção é a alavanca no console, onde ficam as teclas de acionamento da transmissão. Elas lembram um acelerador de avião.

Motores

Eletrificado, o SUV terá opções 1.2 turbo de 130 cv e módulo 48V, assim como unidade 1.3 turbo, que por aqui equipa Captur e Duster. Lá a unidade será oferecida com potências de 140 cv (manual) ou 160 cv (CVT). 

No entanto, o torque se manteve nos mesmos 27,5 kgfm, como o bloco brasileiro. No entanto, ainda há versão híbrida de 200 cv.

Mercados

O Austral já figura no site da Renault, na França, mas ainda sem preço divulgado. No Reino Unido, a expectativa é que ele tenha valores iniciais na casa das 25 mil libras ( R$ 165 mil). Suas vendas terão início na Europa somente no final do ano. 

Por aqui sua chegada é remota, mas não impossível. A Renault quer ajustar seu portfólio com modelos de maior valor agregado. Ela já anunciou um novo SUV compacto, e deixou claro que terá um opção de sete lugar, com base no conceito Bigster. 

A Renault quer operar numa faixa de valores mais elevada, como a maioria dos fabricantes. 

Trata-se de um degrau em que é possível oferecer conteúdos sem penalizar a rentabilidade. Além disso, é capaz atingir um consumidor que ainda tem poder de compra, bem diferentemente dos clientes de Kwid e Sandero, que faltamente serão destinados para composições de frota e serviços de transporte.

No entanto, se Austral vier, será por importação. Ele chegaria para fazer o mesmo papel do 3008, que é ser um chamariz para o salão e vender os modelos de produção local.

Leia Mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por