Mais potência

Renault lança linha 2023 da picape Oroch, que ganha motor turbo de 170 cv

Marcelo Jabulas
@mjabulas
15/04/2022 às 22:47.
Atualizado em 15/04/2022 às 22:53

SÃO PAULO – Demorou uma eternidade, mas finalmente a Renault Oroch passou pela primeira atualização. A começar pelo alcunha, o Duster foi removido e agora ela atende apenas pelo sobrenome. Seus preços partem de R$ 105.800 e a grande novidade é que a picape ganhou novo motor.

Trata-se da unidade TCe 13 turbo de 170 cv e 27,5 kgfm de torque. Esse motor é o mesmo que deu “vida nova” aos irmãos Duster e Captur.

Combinado com transmissão automática do tipo CVT, com emulação para oito marchas, a picape ficou mais esperta e eficente. Ela oferece mais potência que o finado 2.0 de 150 cv e 50 cavalos a mais que modesto 1.6 de 120 cv e 16,2 kgfm, que continua em linha nas versões de entrada.

E por falar em versões, a Oroch passa a contar com três opções no portfólio. PRO e Intense, equipadas com o bloco aspirado e caixa manual de seis marchas e Outsider, que recebe a unidade turbo.

Desempenho

O motor TCe promete entregar o mesmo fôlego que deu aos irmãos de carroceria SUV. A marca declara aceleração de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e velocidade máxima de 189 km/h.

Para dar conta desse ímpeto apimentado, a picape passa a contar com mais sistemas de segurança. Controles de tração e estabilidade, assim como sistema anti-capotamento e assistente de partida em rampa, presente em toda a linha.

Se a picape ficou mais esperta, ela também promete ser mais eficiente. Segundo aferição do Inmetro, o consumo com gasolina é 10,5 km/l na cidade e apenas 11 km/l na estrada. 

Com etanol as médias parecem ser mais generosas, com 7,4 km/l no trajeto urbano e 7,8 km/l no rodoviário. Com a gasolina nas alturas, melhor abastecer com derivado da cana-de-açúcar. Já no caso da versão 1.6, que sempre assustou pelo consumo, a Renault declara que ela ficou 1,8% mais econômica.

Conteúdos

O pacote de conteúdos oferece direção eletro-hidráulica, ar-condicionado e videos elétricos em todas as versões. Na Intense, é adicionado multimídia EasyLink de oito polegadas (com conexão sem fio para Android Auto e Apple CarPlay), vidros e retrovisores elétricos, computador de bordo e sensor de ré. Faróis de neblina e rodas de liga leve aro 16 completam o pacote.

Já na versão turbo, o modelo receber ar-condicionado automático, sensores crepuscular e de chuva, assim como acabamento exclusivo e adereços esportivos.

Visual

Todo mundo esperava que a Oroch recebesse o mesmo estilo do Duster, mas a Renault se limitou a trocar grade, para-choques e faróis. Uma intervenção mais drástica exigiria um investimento ainda maior. 

A Oroch nunca vendeu bem. No ano passado foram 12.133 unidades licenciadas, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Ou seja, uma média de 1 mil unidades mensais. 

Só para comparar, a Fiat Toro vendeu quase 6 mil unidades mensais em 2021. Este ano, foram apenas 2,2 mil emplacamentos. E sejamos francos, com os números pífios de emplacamentos, não há departamento financeiro que aprove tal aporte. 

Quem sabe com o motor novo, o vigor de vendas finalmente apareça?

VERSÕES E PREÇOS

  • Pro 1.6 - R$ 105.800
  • Intense 1.6 - R$ 111.300
  • Outsider 1.3 - R$ 137.100

(*) Jornalista viajou a convite do fabricante

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por