Equipe de professores e técnicos do Departamento de Arquitetura e Urbanismo (DAU), da Universidade Federal de Viçosa (UFV), na Zona da Mata, contratados pela prefeitura municipal, começam neste mês a elaborar o Plano de Mobilidade Urbana da cidade. 

Os trabalhos devem durar oito meses até a aprovação final do plano, já que o projeto será realizado em etapas. Na primeira, ainda em agosto, a administração pública vai reunir os dados que tem sobre o sistema viário, o transporte coletivo, a frota, a estrutura das vias e informações pertinentes à mobilidade e acessibilidade. A coleta de informações, junto às secretarias, está a cargo do Instituto de Planejamento do Município (IPLAM).
 
Segundo a arquiteta do departamento de planejamento de Viçosa, Thuany Araújo, essa coleta de dados será a base da elaboração do plano, juntamente com o acompanhamento minucioso do grupo de gestores que fazem parte do projeto.

O investimento será de R$ 264 mil e a equipe contratada realizou a primeira reunião na última sexta-feira (29). Participaram do encontro gestores ligados às secretarias de Governo, Trânsito, Fazenda, Finanças, Administração, Planejamento, Agropecuária, Obras e Procuradoria Jurídica.

Para o secretário de Governo, Luciano Piovesan Leme, integrar os diferentes meios de transporte e dar prioridade aos não motorizados e ao serviço público coletivo são os objetivos do plano.

Leme lembra ainda que, com a instituição deste projeto, Viçosa passa a cumprir a exigência da Lei Federal nº 12.587/2012, que impõe aos municípios com mais de 20 mil habitantes a elaboração de planos de mobilidade urbana integrados aos planos diretores - já que o Plano Diretor do Município de Viçosa já está em fase final de elaboração com previsão de apresentação em novembro deste ano.