A Filarmônica de Minas Gerais apresenta, nesta quinta-feira (10), às 20h30, na Sala Minas Grais, a ópera “Cartas Portuguesas”, do compositor carioca João Guilherme Ripper, em forma de concerto cênico. A obra, de grande força dramática, narra a paixão da freira portuguesa Mariana Alcoforado por um oficial francês, no século XVII. O concerto terá transmissão ao vivo para todo o público pelo canal da Filarmônica no YouTube

As cartas escritas pela religiosa ao seu amado, de dentro da clausura, dão origem ao libreto, também de autoria de Ripper. A montagem trazida a Belo Horizonte pela Filarmônica estreou em São Paulo e em Lisboa (Portugal), no ano passado.

O papel principal é vivido pela soprano Camila Titinger,  ítalo-brasileira que vem tendo destaque na Europa há três anos. No Brasil, atua nos principais papéis de soprano nas mais importantes salas de concerto e ópera.Neste ano, fará seu debut na Alemanha, interpretando Mathilde da ópera Guilherme Tell, de Rossini, no Aalto-Theater Essen.

a regência é do maestro convidado Roberto Tibiriçá e a direção de cena é de Jorge Takla. Participam também as sopranos Érica Muniz, Deborah Bulgarelli e Nívea Freitas. Na mesma noite, a Filarmônica interpretará também a “Sinfonia nº 8 em Fá maior, op. 93” de Beethoven. 

Durante a apresentação, haverá um intervalo de 20 minutos, quando serão realizados os Concertos Comentados, palestras em que especialistas comentam o repertório da noite. O palestrante da noite é Arnon Oliveira, Doutor em História, maestro do Coro Madrigale e professor de Regência na Escola de Música da UFMG.

Leia Mais:
Festival apresentará nove atrações artísticas para curtir o Dia dos Namorados em casa
Jukebox From Hell lança novo álbum nesta quarta-feira: confira a entrevista com o líder Pê Ribeiro
Documentário mostra cinema desativado como retrato de um Brasil de contrastes