Que o “Duelo de MCs” transformou BH em referência do rap nacional não é segredo para ninguém. Mas nem todos sabem que a cidade também guarda talentos entre outras linguagens do hip-hop. Quando o assunto são as danças urbanas, a capital coleciona grandes talentos e conta com um festival específico sobre o assunto: o “Palco Hip-Hop”, que acontece desde 2011.

Neste ano, o evento celebra a 5ª edição dedicada somente às danças urbanas, com uma programação que inclui apresentações artísticas, batalhas de dança, palestras debates, bate-papos e workshops. A abertura integra o 13º Verão Arte Contemporânea (VAC) e está marcada para esta sexta-feira (1º), no CCBB-BH, com a apresentação do projeto “Poliphonicos”. As demais atividades continuam no sábado e no domingo, ocupando diferentes espaços do Sesc Palladium. 

Festival Palco Hip-Hop

Parcerias

O produtor do festival, Pedro Valentim, do grupo Família de Rua (FDR) explica que a ideia partiu do DJ Preto C, que é parceiro do ‘Palco Hip-Hop’ há anos. “Ele e o DJ Flávio Machado vão produzir um show com releituras de clássicos da black music nacional a partir da linguagem do rap, pegando samples, cortando e montando. Vai ser um baile black com versões instrumentais feitas por um DJ e um beatmaker”, diz.

O festival acontece de sexta-feira a domingo, no CCBB e Sesc Palladium. Programação completa em fb.com/palcohiphop

Valentim destaca a presença da dançarina francesa Daybee Dee, que vai participar de uma série de atividades, como aulas, bate-papos e showcase. “Ela é uma dançarina com longa caminhada no hip-hop, referência para muita gente. Será sua primeira vez em BH”, conta, revelando que a artista também vai discotecar durante a festa “House Trem”, outra novidade desta edição. 

“Esta ideia veio do DJ Robinho, que convidou o DJ Valter. Os dois são figuras clássicas do house em BH. Será uma festa dentro do foyer do Palladium, de dia, para dançar e ouvir house”.

Festival Palco Hip-Hop

O produtor ressalta, ainda, a “Batalha Livre de Danças Urbanas”, cujo prêmio para o vencedor é de R$ 1.700, e a seletiva da Redbull One, um dos maiores campeonatos de danças urbanas do mundo. “Será a única seletiva brasileira do Sudeste. BH tem cena efervescente de danças urbanas, com nomes de destaque nacional. E o festival tem chegado cada vez mais para fora, atraindo dançarinos de outros lugares”, expõe.

Leia mais:

Dois primeiros filmes da série 'John Wick' estão disponíveis no streaming

Entre no clima da novela 'Verão 90' relembrando discos icônicos da época

Nova novela das sete da Globo surfa no sucesso atual dos anos 90