Manifestação dos atingidos pela barragem em Mariana se concentra em ponto turístico; veja vídeo

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
05/11/2021 às 14:15.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:11
 (Divulgação / Redes Sociais Movimento Atingidos por Barragens)

(Divulgação / Redes Sociais Movimento Atingidos por Barragens)

Centenas de pessoas se reúnem na tarde desta sexta-feira (5) na Praça Minas Gerais, em Mariana, região Central do Estado, em manifesto aos 6 anos do rompimento da barragem da Samarco na cidade.

Aos gritos de “não vamos recuar”, o grupo, liderado pelo Movimento dos Atingidos por Barragem, denuncia impunidade e pede justiça pelos danos causados. No caso dos moradores, desde a tragédia, as duas comunidades situadas na zona rural da cidade que foram devastadas - Bento Rodrigues e Paracatu - ainda estão sendo reconstruídas e não têm prazo para conclusão das obras.

#MarianaLutaPorJustiça | Mariana/MG✊️ Atingidos e atingidas já se encontram organizados na Praça Minas Gerais, em Mariana (MG), em denúncia, no ato pelos 6 anos do crime da Samarco (Vale/BHP Billiton), que contaminou a bacia do Rio Doce. pic.twitter.com/Ey7N5bcFGU— MAB (@MAB_Brasil) November 5, 2021
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por