Polícia Civil e Copasa realizam operação contra 'gatos' na distribuição de água em Contagem

Lucas Sanches
@sanches_07
18/11/2021 às 09:17.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:16

A Polícia Civil e a Copasa realizam, na manhã desta quinta-feira (18), uma operação de combate às ligações clandestinas para o fornecimento de água em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

A ação cumpre mandados de busca e apreensão em nove endereços na cidade, incluindo um lava a jato, no bairro Arvoredo, e um condomínio com cerca de 40 residências. O delegado Guilherme Saback acredita que funcionários da empresa estejam envolvidos no crime - um deles inclusive teria sido demitido na semana passada.

"Caía no sistema uma ordem de serviço de ligação ou religação e, ao contrário de comparecer ao endereço e cumprir com seu dever, ele começava a negociar para fornecer", explica. Também era oferecido a modalidade bypass, onde é feita a interceptação externa e ligada diretamente na residência, sem que a água seja computada pelo hidrômetro.

De acordo com o policial, os empregados da companhia envolvidos podem responder por corrupção passiva, e quem pagou pela prestação irregular do serviço, por corrupção ativa. O recebimento irregular de água pode configurar também crime de receptação ou furto.

O delegado reforçou que os "gatos" prejudicam a todos, e fazem com que os consumidores peguem a mais pelo serviço. "Quando a gente realiza o pagamento da nossa conta, ali está sendo cobrado valor de custeio e distribuição de toda a rede de distribuição. Na medida em que as pessoas fraudam, a gente passa a ter que contribuir mais para que a rede se sustente", finalizou.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por