GASTRONOMIA

Circuito Brunch Gaarden reúne os melhores brunches de Belo Horizonte

Da Redação
Publicado em 23/06/2022 às 09:00.
Cardápios buscam estimular o hábito do brunch na capital mineira (Lucas Terribili e Lais Acsa/Divulgação)

Cardápios buscam estimular o hábito do brunch na capital mineira (Lucas Terribili e Lais Acsa/Divulgação)

A partir desta sexta-feira (24), 35 35 restaurantes de Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro irão disponibilizar pratos exclusivos, no intuito de inspirar as pessoas a saírem do óbvio na rotina, buscando novas experiências e vivências, como parte do circuito Brunch Gaarden.

Durante 17 dias, o festival promovido por Hoegaarden buscar popularizar o brunch. Conectando o café da manhã, almoço e café da tarde, a refeição pode ser degustada em qualquer momento do dia, ocasiões inusitadas ou contemplando as mais diversas combinações de sabores.

Na capital mineira, quem dá o tom e sabor do Brunch Gaarden são as casas Uluru Café, O Jardim Restô Bar, Casa Bonomi, Zuzunely, Grande Hotel Ronaldo Fraga e Manju. Ao pedir um dos itens do cardápio, os clientes ganham uma Hoegaarden ou um coquetel feito com a witbier como welcome drink.

E, para os que não dispensam itens colecionáveis, a participação no circuito ainda garante um guia impresso com os restaurantes participantes de cada cidade e um porta-copo, desenvolvido especialmente para o evento por Gustavo Gontijo, artista mineiro referência em colagens.

Conheça todas as casas de Belo Horizonte que fazem parte do circuito Brunch Gaarden: 

Casa Bonomi: Sob o comando da padeira Paula Bonomi, são produzidos diversos tipos de pão, dos mais rústicos até os folhados delicados. A padaria ocupa um casarão com grandes janelas, erguido em 1902. O cenário é encantador.

Grande Hotel Ronaldo Fraga: Apesar do nome “hotel”, este é um ponto cultural que funciona como misto de loja, bistrô e galeria de arte. Idealizado pelo estilista Ronaldo Fraga, o espaço está instalado em um casarão centenário com cardápio aos comandos do chef Afrânio Apolinário.

Manju: Com proposta natural e sustentável, o restaurante está instalado no espaço colaborativo Casa 96, no Sion. Comandado por Júlia Furtado e Amanda Malta, o lugar serve receitas que privilegiam insumos orgânicos.

O Jardim Restô Bar: Um refúgio em meio à agitação da capital mineira. No espaço com pé-direito alto e muitas plantas, o chef Caio Soter serve receitas descomplicadas, que valorizam as tradições e os ingredientes locais.

Uluru Café: O casal Luiza Pimentel e André Carvalho está à frente desse misto de café e restaurante que hoje tem três endereços na capital (em Lourdes, Funcionários e no Boulevard Shopping, escolhido para sediar o circuito). Conhecido pelo saboroso brunch, ambiente charmoso e por oferecerem opções veganas.

Zuzunely: A chef Bruna Haddad está à frente do negócio, desde a concepção até a  execução das receitas. Em seu cardápio, ela lembra e homenageia as matriarcas mineiras – entre elas, as suas avós, Zulmira e Nely, que batizam o restaurante

Leia mais

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por