Sem perder há quatro jogos, o América conseguiu, enfim, deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a equipe alviverde terá uma difícil missão para se manter fora do Z-4. Às 11h, no Independência, Vagner Mancini e seus comandados encaram o Flamengo.

Se não vencer, o Coelho terá de torcer por tropeços de concorrentes diretos para não voltar à zona de rebaixamento. Porém, o retrospecto das últimas décadas contra o Flamengo tem sido negativo.

América encara longo tabu

O América não vence o Flamengo há mais de 20 anos. O último triunfo sobre o time rubro-negro foi em jogo válido pela Copa João Havelange, em 18 de outubro de 2000. Zé Afonso marcou os dois gols da vitória por 2 a 1, enquanto Petkovic descontou.

Desde então, as duas equipes se enfrentaram outras oito vezes, com seis vitórias do Flamengo e dois empates. No primeiro turno do Brasileirão de 2021, a equipe carioca venceu por 2 a 0, com gols de Bruno Henrique e Rodrigo Muniz, que já foi negociado.

Aquela foi a terceira derrota consecutiva do América na sua sequência inicial no Brasileirão. Agora, o cenário é outro. Sob o comando de Vagner Mancini, a equipe perdeu apenas um dos últimos nove jogos.

O treinador, entretanto, indica que ainda há muitos pontos de evolução. “Não podemos achar que o América já é um time pronto. O América passa por uma mudança. Felizmente, os conceitos estão sendo bem absorvidos. Mas tudo tem seu tempo. A gente vem de uma sequência de resultados interessantes, mas ainda pecando em algumas coisas”, avaliou.

América

Vagner Mancini espera surpreender o Flamengo neste domingo

Quem joga no Coelho

Contra o Flamengo, Mancini contará com a volta de Lucas Kal. O zagueiro, que vem atuando como volante, não pôde enfrentar o São Paulo, na última rodada, porque está emprestado pelo clube paulista.

Outro reforço para o Coelho é a volta do atacante Berrío, que desfalcou o Coelho nos dois últimos compromissos pelo Brasileirão. Entretanto, o ex-jogador do Flamengo deve iniciar a partida no banco de reservas.

Flamengo sem vários titulares

Embora esteja na briga pelo tricampeonato consecutivo do Brasileirão, o Flamengo não terá força máxima contra o América. O objetivo é ter todos os titulares em condições físicas para o jogo de volta das semifinais da Copa Libertadores, na próxima quarta-feira (29), contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador.

Assim, o técnico Renato Gaúcho não relacionou o goleiro Diego Alves, o lateral-direito Isla, o zagueiro David Luiz, o meia Everton Ribeiro e o atacante Gabigol. Já o zagueiro Rodrigo Caio está suspenso.

O meia De Arrascaeta e o lateral-esquerdo Filipe Luís são preparados para a partida contra o Barcelona.

No Brasileirão, o Flamengo é o terceiro colocado, com 34 pontos, 11 a menos que o líder Atlético. O time carioca, entretanto, tem dois jogos a menos que a equipe mineira. Já o América inicia a rodada em 16º, com 23 pontos, mesma pontuação do Juventude, primeiro time na zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Patric, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal, Juninho, Ademir e Felipe Azevedo; Zárate e Ribamar
Técnico: Vagner Mancini

FLAMENGO
Gabriel Batista; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Bruno Viana (Léo Pereira) e Renê; Willian Arão, Thiago Maia, Diego e Vitinho; Bruno Henrique e Pedro.
Técnico: Renato Gaúcho

DATA: 26 de setembro de 2021 (domingo)
HORÁRIO: 11h
LOCAL: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Anderson Daronco (Fifa), auxiliado por Rafael da Silva Alves (Fifa) e Michael Stanislau, todos do Rio Grande do Sul
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
TRANSMISSÃO: Premiere

Leia mais:
Acertado para 2022, Ademir pode ajudar o Galo na disputa com o Flamengo pelo título do Brasileiro
Departamento médico do América detalha situação de Eduardo, diagnosticado com tumor ósseo
Vagner Mancini confirma volta de Berrío ao América em jogo contra o Flamengo