Uma vitória no confronto com o São Paulo, nesta quinta-feira, às 21h30, no Independência, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, garante o América na Copa Libertadores de 2022 e, dependendo de outros resultados, o time mineiro pode igualar ou até superar sua melhor colocação na história da Série A.

Das 17 participações do Coelho na competição, o posto mais alto que o clube obteve foi um sétimo lugar na edição 1973. Com exceção daquela ocasião e também da campanha atual, o Alviverde nunca ficou acima da 16ª posição, alcançada uma vez, em 1993, ano em que foi rebaixado, por conta de um imbróglio com a CBF e que foi parar na Justiça.

Em 2021, a equipe ocupa a oitava colocação, com 50 pontos, podendo subir mais um ou dois degraus na classificação. Para chegar ao sexto lugar, precisaria bater o Tricolor Paulista e torcer para que o Fluminense (sétimo, com 51 pontos) não supere a Chapecoense, no Maracanã, e o Bragantino (sexto, com 53) seja derrotado pelo Internacional; o Coelho ainda teria que tirar seis gols de diferença em relação ao saldo do Massa Bruta (o time de Bragança tem oito; e o Alviverde, dois).

Os mineiros alcançariam a sétima colocação caso vençam o São Paulo e contem com um fracasso, ou do Bragantino, ou do Fluminense, dentro das situações citadas.

De qualquer modo, só de superar o Tricolor bastaria para o Coelho chegar à Libertadores pela primeira vez em sua história. E esse feito já valeria para coroar a mais brilhante campanha do time na história dos Pontos Corridos da Série A.

América

Campanha

Neste Campeonato Brasileiro, o América soma 12 vitórias, 14 empates, 11 derrotas, 39 gols marcados e 37 tentos sofridos.

Leia mais:
América depende das próprias forças para obter vaga na Libertadores; veja o cenário

Colocações do América na Série A do Brasileiro

1971: 18°
1972: 22º
1973:
1974: 30°
1975: 34°
1976: 48°
1977: 46º
1978: 68º
1979: 20°
1993: 16°
1998: 21º
2000: 23°
2001: 26°
2011: 19°
2016: 20º
2018: 17º
2021: 8º (restando uma rodada)