Após Atlético-GO solicitar volta de Vitor Leque, Cruzeiro diz que já pagou por direitos do atacante

Da Redação
esportes@hojeemdia.com.br
13/12/2021 às 19:47.
Atualizado em 14/12/2021 às 00:38
 (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Titular do Cruzeiro na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro, Vitor Leque estava emprestado pelo Atlético-GO. Nesta segunda-feira (13), a diretoria do Dragão informou que gostaria de contar com o atacante para a próxima temporada e, assim, reivindicou o seu retorno ao clube em 2022.

O Atlético-GO alega que Vitor Leque tem contrato e que não aceitaria qualquer valor a ser pago pelo Cruzeiro. No entanto, essa versão foi rebatida pela Raposa.Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Vitor Leque disputou 10 jogos pelo Cruzeiro na Série B e marcou dois gols

O clube celeste alega que já pagou a primeira parcela dos direitos de Vitor Leque. Segundo comunicado oficial do Cruzeiro, o pagamento foi realizado em 10 de dezembro, confirmando o seu direito de compra em definitivo, conforme estaria previsto no contrato de empréstimo.

O contrato permitia que o clube mineiro adquirisse 50% dos direitos do jogador por R$ 700 mil.

Dessa forma, a Raposa espera que Vitor Leque se apresente ao técnico Vanderlei Luxemburgo no início de janeiro, para iniciar a preparação para a temporada 2022.

Neste ano, o atacante, de 20 anos, disputou 10 partidas pelo Cruzeiro na Série B, marcou dois gols e deu três assistências.

Confira a nota do Cruzeiro:

O contrato de empréstimo de Vitor Leque com o Cruzeiro previa o exercício de compra em definitivo, o que foi formalizado pelo clube no último 10. Além de notificarmos o clube goiano,  já realizamos o pagamento da primeira parcela no mesmo dia, cumprindo o que previa o contrato. Somente após nossa notificação e pagamento da primeira parcela é que o Atlético, inerte até então, solicitou o retorno do atacante, o que não faz qualquer sentido jurídico.

O atleta tem vínculo e registro com o Cruzeiro, que aguarda sua imediata apresentação para treinamentos, sob pena de clube e jogador serem acionados juridicamente.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por