Depois de ganhar com tranquilidade do Quênia por 3 sets a 0, a seleção brasileira feminina de vôlei terá nesta quinta-feira um jogo decisivo na luta pelo título inédito da Copa do Mundo, que está sendo realizada no Japão. Na cidade de Hamamatsu, as comandadas do técnico José Roberto Guimarães enfrentarão os Estados Unidos, que lideram a competição ao lado da China após quatro das 11 rodadas, e uma vitória é obrigatória para seguir com o objetivo traçado.

Para encarar as norte-americanas, Zé Roberto Guimarães pede atitude e uma defesa atenta para a seleção em quadra. "Os Estados Unidos é uma das melhores equipes do mundo. As jogadoras norte-americanas são versáteis e jogam com muita velocidade. É um time compacto. Nossa equipe vai precisar ter uma atitude muito positiva para jogar contra elas e teremos que ter muita atenção com o sistema defensivo", analisou.

Na classificação geral, o Brasil segue em quinto lugar, com oito pontos (três vitórias e uma derrota). A China está na liderança com 12 pontos, mesma pontuação dos Estados Unidos, que possuem um saldo de sets pior. A Holanda aparece em terceiro lugar, com nove, e a Rússia em quarto, com oito, mas com um saldo de sets melhor do que as brasileiras.

Sobre o duelo contra o Quênia, o treinador aprovou a atuação de seu time. "É muito bom ver equipes africanas como o Quênia mostrando evolução no voleibol. A partir do segundo set começamos a sacar melhor e jogamos mais pelo meio. Assim, passamos a obter mais sucesso na partida e isso foi importante para a dinâmica do nosso jogo e para dar ritmo a todas as jogadoras", disse.

A central Mara foi a maior pontuadora do confronto, com 14 pontos (nove de ataque, quatro de bloqueio e um de saque). A ponteira Amanda também se destacou, com 12 acertos. "Foi uma vitória importante para nossa sequência na competição. Conseguimos dar ritmo de jogo para todas as jogadoras. A Copa do Mundo é um campeonato longo e precisamos de todo o time. Agora vamos estudar os Estados Unidos para fazermos um bom jogo nesta quinta-feira. Cada partida é uma final nessa competição", comentou Mara.

Em quadra, Zé Roberto começou o jogo com Macris, Lorenne, Amanda, Gabi, Bia e Fabiana, além da líbero Camila Brait. Durante a partida entraram Roberta, Sheilla, Mara, Carol e Gabi Cândido.

Leia mais: