Quatro torcedores apedrejaram o carro do ex-dirigente do Cruzeiro, Sérgio Nonato, na manhã desta terça-feira (19), no bairro Lagoinha, na região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, ninguém foi preso.

De acordo com informações da PM, os homens estavam em outro veículo quando fecharam a passagem de Serginho. Os autores teriam descido e começado a dar chutes e socos no carro do ex-mandatário do time. Conforme os militares, os suspeitos teriam atirado pedras no automóvel.

O Boletim de Ocorrências (B.O.) ainda não foi finalizado pela polícia. O carro de Sérgio Nonato será avaliado pela perícia. Ele deve comparecer a uma delegacia na tarde desta terça para prestar depoimento.

A reportagem do Hoje em Dia tentou contato com o ex-dirigente, mas não teve retorno. O Cruzeiro foi procurado para se manifestar sobre o assunto, porém não respondeu até a publicação da matéria.

Leia mais:

Há exatos dois anos, Cruzeiro iniciava trágico caminho dos 'óculos futuristas' de Wágner Pires
Recuperação, sonho do acesso e estagnação: Felipão completa um turno à frente do Cruzeiro