Com a opção do técnico Cuca em poupar alguns titulares no duelo de volta da semifinal da Copa do Brasil, diante do Fortaleza, nesta quarta-feira (28), Diego Costa ganhou a oportunidade de iniciar jogando no Castelão.

E o atacante não decepcionou. Aos 14 minutos do segundo tempo, o hispano-brasileiro aproveitou lançamento de Vargas, invadiu a área, driblou o goleiro Marcelo Boeck e estufou as redes.

Além de aumentar a vantagem do Alvinegro, que havia vencido na ida por 4 a 0, gol coroou uma partida de muita disposição do centroavante, que, com a entrega habitual, foi o principal nome do ataque do Galo no primeiro tempo.

Após o confonto na capital cearense, vencido por 2 a 1 pelo Galo, Diego Costa, eleito o melhor em campo em votação popular, comemorou a atuação, a vaga na final e mirou um fim de temporada sem problemas físicos.

"Importante você estar em jogos decisivos e poder contribuir de alguma maneira, tanto com o gol, jogando bem ou ajudando o time a conquistar o objetivo, que é chegar na final. Muito feliz, e espero que possa seguir crescendo no decorrer dos jogos. Que Deus abençõe que eu não tenha nenhuma lesão"’, disse o jogador, em entrevista ao canal SporTV.

Contratado em agosto, Diego Costa agora soma quatro gols em nove jogos pelo Galo.

Os números poderiam ser ainda melhores, mas dois problemas musculares, sofridos neste início de trajetória pelo Alvinegro, o deixaram de fora de algumas partidas.

Leia mais
Atlético vence Fortaleza novamente e volta à final da Copa do Brasil após cinco anos
Em busca de ‘doblete’ na temporada, Hulk marca mais um e se isola na artilharia da Copa do Brasil
Athletico-PR atropela o Flamengo no Maracanã e vai encarar o Galo na final da Copa do Brasil
Em sua terceira final, Atlético passa a ser o sexto clube com mais decisões da Copa do Brasil
Atlético já acumula R$ 78,1 milhões em premiações em 2021; valor pode chegar a R$ 144 milhões