O Cruzeiro conquistou dois pontos dos seis disputados nas duas partidas consecutivas realizadas fora de casa diante de clubes que fazem parte do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Após empatar sem gols com o CRB, a Raposa ficou no 1 a 1 com o Goiás, nesta terça-feira (7), na Serrinha, pela 22ª rodada da competição. Resultados que mantêm os celestes perto do Z-4 e muito longe da disputa pelo acesso à Primeira Divisão.

Os azuis chegaram a 26 pontos, apenas três a mais que o Vitória, dono da 17ª posição. Em 14º lugar, a equipe mineira está a 12 pontos do Botafogo, time que fecha o grupo dos quatro primeiros colocados.

O Cruzeiro volta a campo contra a Ponte Preta no sábado (11), às 11h, na Arena do Jacaré.

Cruzeiro

O jogo

A forte marcação foi proporcional à falta de inspiração das duas equipes durante quase todo o primeiro tempo. Tirando um ou outro lance do atacante Alef Manga, do Goiás, o jogo foi, no máximo, morno em termos de emoção. No quesito “técnica”, muito abaixo do esperado. Com os goleiros tendo pouco trabalho, o empate sem gols prevaleceu até o intervalo.

O começo da segunda etapa dava falsos indícios de que o roteiro se repetiria. Até que aos 17 minutos, Thiago aproveitou o contra-ataque rápido dos celestes e, de cavadinha, abriu o placar na Serrinha. A comemoração da Raposa durou pouquíssimo tempo. Logo na saída de bola, aos 19, Elvis empatou o jogo. E ficou nisso!

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1
Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Artur; Rezende (Daniel Oliveira), Caio (Fellipe Bastos) e Elvis; Diego, Nicolas e Alef Manga (Dadá Belmonte)
Técnico: Marcelo Cabo

CRUZEIRO 1
Fábio; Cáceres, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo e Giovanni (Claudinho); Wellington Nem, Bruno José (Marcinho) (Felipe Augusto) e Rafael Sóbis (Thiago)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

DATA: 7 de setembro de 2021 (terça-feira)
LOCAL: Serrinha
CIDADE: Goiânia (GO)
MOTIVO: 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Jean Pierre Gonçalves Lima, auxiliado por Rafael da Silva Alves (Fifa) e Michael Stanislau, todos do Rio Grande do Sul
VAR: Braulio da Silva Machado (SC/Fifa)
CARTÕES AMARELOS: Diego, Apodi, Artur (Goiás); Adriano (Cruzeiro)
GOLS: Thiago aos 17 minutos e Elvis aos 19 do segundo tempo

Leia mais:
‘Rei dos empates’ na Série B do Brasileiro, Cruzeiro chega à sua nona partida seguida sem perder