Atlético

O título do Campeonato Brasileiro abre margem a uma pergunta que Cuca não gosta de comentar: quem é o maior treinador da história do Atlético? O técnico do Galo de 2021, Telê Santana e Levir Culpi são sempre apontados como os principais da trajetória alvinegra. Mas, debates à parte, a única certeza que se tem é que Alexi Stival esteve presente em dois dos maiores títulos do clube e pode emplacar a ‘trinca’.

Campeão da Libertadores em 2013 e agora da Série A, Cuca ainda pode abocanhar a Copa do Brasil. Nos dias 12 e 15 de dezembro, respectivamente, no Mineirão e na Arena da Baixada, ele comanda o time mineiro em confrontos com o Athletico-PR, na busca por mais uma taça de expressão pela agremiação.

Se conseguir esse feito, teria o troféu de uma competição que Levir obteve pelo Galo (Copa do Brasil) e uma que Telê angariou pelo clube (o Brasileirão), além de possuir um título que somente ele alcançou na função de técnico do Atlético (a Libertadores).

Caso o Alvinegro se sobressaia diante do Furacão na decisão, Cuca chegaria à sua sexta conquista pelo Galo. Além da Libertadores de 2013 e do Brasileirão de 2021, ele soma três Campeonatos Mineiros pela equipe preta e branca (2012, 2013 e 2021).

De quebra, marcaria seu nome também por uma Tríplice Coroa do clube no ano: Estadual, Série A e Copa do Brasil. Tudo ainda no campo da hipótese. Mas dois jogos separam Cuca do topo de um título que seria inédito em sua carreira.

Rendimento

Nesta temporada, Alexi Stival tem 67 jogos, 45 vitórias, 14 empates e oito derrotas; 108 gols marcados e 39 gols sofridos pela equipe.

Leia mais:
Atlético já tem segunda melhor campanha da história dos Pontos Corridos com 20 clubes
Relembre dez jogos marcantes do Atlético na campanha do título do Brasileirão
Susto, êxtase e lágrimas: a festa do torcedor do Galo na sede de Lourdes