Por aquilo que a Seleção Brasileira criou ao longo da partida contra o Egito, o meia Daniel Alves acredita que a vitória por 1 a 0 do time verde-amarelo foi um placar magro. O principal motivo apontado pelo capitão da equipe estava nas finalizações.

“Podíamos ter caprichado um pouco mais. Não existe jogo fácil, mas a equipe tem evoluído muito, criado dificuldade. Acho que o placar foi um pouco injusto por tudo que a gente criou. E precisamos caprichar”, afirmou.

Para as semifinais, ele espera que o Brasil calibre mais o pé e não perca tantas oportunidades assim. “A cada fase, tem que melhorar”, sintetizou.

A Seleção está invicta na competição: obteve triunfos sobre Alemanha (4 a 2), Arábia Saudita (3 a 1) e Egito (1 a 0) e um empate com a Costa do Marfim (0 a 0).

O artilheiro do time é Richarlison, com cinco gols.

Seleção

Daniel Alves (à esquerda) reconhece que o Brasil pecou muito nas finalizações