arana atlético galo

Arana reforça o Galo contra o River Plate

O centésimo jogo do Atlético na Copa Libertadores será especial: duelo de ida das quartas de final com um dos gigantes do continente, o River Plate, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na Argentina, na noite desta quarta-feira (11), às 21h30 (de Brasília).

E o embate com os Millonarios possui outros atrativos que o tornam ainda mais especial. Além de ser um clássico "Brasil x Argentina", em um mata-mata de titãs na maior competição sul-americana, o River é comandado por Marcelo Gallardo, antigo alvo do Galo, e fará um confronto de opostos com o Alvinegro.

O time liderado por Cuca, afinal, vive excelente fase. Confiante e em alta, o Atlético está nas quartas de final da Libertadores e da Copa do Brasil e é o líder do Campeonato Brasileiro. São oito vitórias seguidas no torneio nacional por pontos corridos, maior marca do clube na história.

A defesa mineira tem mostrado segurança, o meio-campo está forte, e Hulk vive momento espetacular no ataque. Além disso, o Galo tem os retornos de Zaracho e Arana, que podem jogar em Buenos Aires, existindo, assim, a possibilidade de a equipe ter sua "formação ideal" pela primeira vez em 2021.

Se Arana não for titular, Dodô seguirá em seu lugar, como aconteceu enquanto o titular defendia o Brasil na conquista do ouro olímpico em Tóquio. No caso de Zaracho, se ele não iniciar jogando, Vargas deve começar entre os 11 principais.

Do outro lado, o River Plate vem de uma era de glória desde a chegada de Marcelo Gallardo, em 2014. De lá pra cá, com o treinador no comando, os Millonarios conquistaram duas Libertadores, uma Sul-Americana, três Recopas Sul-Americanas, três Copas Argentinas, duas Supercopas Argentinas, um Campeonato Argentino e uma Copa Suruga. No entanto, a fase atual do time está longe desse nível.

Os Millonarios não vencem há três jogos, nos últimos nove, conseguiram somente três triunfos. Isso em contar que foram eliminados na Copa Argentina pelo rival Boca Juniors e estão apenas no 12º lugar da Superliga Argentina. Como se isso não bastasse, o time ainda tem desfalques para o duelo com o Galo: o zagueiro Javier Pinola (fratura no braço direito) e o lateral-direito Montiel (lesão muscular).

Na zaga, Gallardo deve optar por David Martínez ao lado de Maidana. Já na lateral, Alex Vigo e Milton Casco são as opções. Casco é lateral-esquerdo, mas também joga pela direita. Se ele for o titular na direita, Angileri jogará na esquerda.

FICHA TÉCNICA

RIVER PLATE
Armani; Casco, Díaz, Martínez e Angileri; Enzo Pérez, Carrascal, Zuculini e De La Cruz; Suárez (Álvarez) e Romero
Técnico: Marcelo Gallardo

ATLÉTICO
Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana (Dodô); Allan, Tchê Tchê e Nacho Fernández; Savarino, Vargas (Zaracho) e Hulk
Técnico: Cuca

DATA: 11 de agosto de 2021 (quarta-feira)
HORÁRIO: 21h30 (de Brasília)
LOCAL: Monumental de Núñez
CIDADE: Buenos Aires (Argentina)
MOTIVO: jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores
ARBITRAGEM: Jesus Valenzuela, auxiliado por Túlio Moreno e Lubin Torrealba, todos da Venezuela
VAR: Jhon Ospina (Colômbia)
TRANSMISSÃO: Conmebol TV