O Dentil-Praia Clube, de Uberlândia, vai jogar pela segunda vez seguida o Mundial de Clubes de vôlei. A oportunidade, contudo, não veio de bandeja. Conforme adiantado pelo Saída de Rede, do portal Uol, e confirmado pelo Hoje em Dia, a equipe do Triângulo, quarta colocada em 2018, só irá para a China porque o Osasco-Audax, de São Paulo, não tem dinheiro suficiente para ir ao torneio.

A informação da negativa do Osasco em ir é do próprio Luizomar de Moura, técnico do time paulista. Campeão Mundial em 2012, no Catar, a equipe paulista é a única brasileira em atividade que já venceu o campeonato e recebeu o green card, uma espécie de convite que a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) faz aos times que desejam jogar o Mundial, mesmo sem ter vencido os torneios continentais.

Contudo, para ir à China, onde a disputa acontece este ano, o clube convidado precisa ter condições de arcar com os custos, o que o tradicional Osasco não possui. "Recebemos (o convite), mas não conseguimos o aporte financeiro pra participar. Uma pena", afirmou Luizomar.

O Itambé-Minas, atual vice-campeão do mundo, já está garantido no Mundial por ter vencido o Sulamericano de Clubes na temporada passada.Com a negativa do Osasco, a FIVB, que queria um outro brasileiro na competição, para fazer companhia ao Minas. Até pensou em convidar o Sesc-RJ, que já foi vice-campeão algumas vezes, mas o green card ficou com o Praia, pois a equipe financeira demonstrou interesse e aporte financeiro para jogar a competição.

Pelas redes sociais, o time praiano confirmou a presença no torneio, que acontecerá em dezembro. Por isso, os dois times mineiros, assim como na temporada passada, deverão ter a tabela da Superliga mais "apertada", tendo que fazer mais jogos em sequência antes da parada para o Mundial.

Além de Minas e Praia,  também estão confirmados o italiano Novara, campeão europeu, o Bohai Bank Tianjin (CHN), campeão asiático, e o Zhejiang, como sediante. O Conegliano, campeão italiano, deve disputar por convite.

O Campeonato Mundial acontecerá entre os dias 3 e 8 de dezembro em Shaoxing.

Leia Mais:
Campeonato Mineiro de Vôlei Masculino começa nesta quinta; veja tabela completa
Após sete anos, Superliga terá o mesmo regulamento no masculino e no feminino, confira datas
CBV define datas da Supercopa, Superliga Masculina, Copa Brasil e Superliga Feminina 2019/2020, veja