O empate em 1 a 1 com o Vasco, nesse domingo (19), em São Januário, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, impediu que o Cruzeiro diminuísse a distância para o G-4 da competição. 

Com 31 pontos, na 13ª posição, a Raposa está a dez pontos do CRB, que neste momento fecha o grupo dos quatro primeiros que vão disputar a elite do futebol brasileiro em 2022.

Entretanto, essa distância aumentará caso o time alagoano pontue diante do Brasil de Pelotas, nesta terça, no Rio Grande do Sul, no complemento da rodada.

Diante desse cenário, o time celeste tem apenas 0,85% de chance de subir para a Série A. A projeção é do site Probabilidades no Futebol, mantido pelo Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Atualmente, os quatro primeiros colocados na tabela são os mais cotados ao acesso: Coritiba (96,3%), Goiás (88,2%), Botafogo (87,4%) e CRB (49%). Com mais chances de desbancar algum integrante desse quarteto aparecem Guarani (22%), Avaí (18,5%) e Sampaio Corrêa (10,5%). 

No caso do Cruzeiro, além do início ruim de competição, o alto número de empates (13) tem sido fator determinante para impedir uma ascensão dos azuis na tabela. 

Rebaixamento

Apesar da frustração pela dificuldade em se aproximar do pelotão de cima da classificação, o torcedor da Raposa tem ao menos um alento neste momento da disputa. 

Se os 12 jogos de invencibilidade não foram suficientes para deixar a equipe estrelada perto do G-4, ao menos deram um importante respiro para se manter longe das últimas posições. 

No momento, os azuis tem sete pontos de vantagem para o Vitória, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. 

Com essa vantagem, os matemáticos da UFMG estimam que o Cruzeiro têm apenas 5% de chances de disputar a Série C na próxima temporada. 

Em relação ao próximo compromisso pela Segunda Divisão, o time celeste volta a campo no próximo domingo, para encarar o CSA, às 16h, no Independência.  

Leia mais

Cruzeiro amplia série invicta, mas segue longe do G-4 e pode perder uma posição na rodada
Por conta de terceiro amarelo, Moreno e Brock desfalcam o Cruzeiro contra o CSA
Belletti valoriza empate com o Vasco e exalta missão do Cruzeiro: ‘não vai desistir nunca’