Passadas as comemorações pela classificação à semifinal da Copa do Brasil, conquistada com a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, na última quarta-feira (15), no Mineirão, o Atlético volta a pensar no Campeonato Brasileiro. 

Líder da Série A, o Galo se preparara para receber o Sport, neste sábado, às 19h, no Mineirão, pela 21ª rodada da competição. 

Se o Alvinegro vive grande momento, ocupando a primeira colocação na tabela, com sete pontos de vantagem para o Palmeiras, segundo colocado, o time pernambucano vive o oposto. 

No 19º lugar na classificação, o Leão acumula seis jogos vem vencer no Brasileirão. No período, são três vitórias e três empates. A última vitória do Sport foi em 1º de agosto, quando bateu o Bahia por 1 a 0, em Pituaçu, pela 14ª rodada. 

O gol sobre o Tricolor de Aço, marcado pelo atacante Mikael, inclusive, foi o último do Rubro-Negro na competição. Com apenas oito tentos anotados, o ataque da equipe pernambucana é o pior da Série A. 

Com a queda de rendimento, o Leão soma apenas 17 pontos, e já vê a diferença para o primeiro time fora da zona de rebaixamento, o São Paulo, subir para cinco pontos.

Defesa 

Em meio a tantos problemas, a torcida do Sport pode se apegar a um setor que vem rendendo no Brasileirão: a defesa. 

Com 15 gols sofridos, a retaguarda do Leão é a segunda menos vazada do campeonato, apenas atrás do Atlético, que sofreu dois gols a mais. 

Para tentar tirar a equipe das últimas colocações da tabela, a diretoria do Sport optou em demitir o técnico Umberto Louzer há duas rodadas. Para seu lugar chegou o paraguaio Gustavo Florentín, que dirigiu o time no empate com o Athletico-PR e na derrota para o Internacional. 

No primeiro turno do Brasileiro, em duelo disputado na Ilha do Retiro, no dia 6 de junho, o Atlético venceu o Sport por 1 a 0, com gol de Hulk, pela segunda rodada da competição.

Leia mais
Galo carrega invencibilidade de mais de 20 anos para o Sport jogando em casa; veja o retrospecto
Cuca prega cautela para utilização do atacante Diego Costa como titular no Atlético
Vingador decisivo: Hulk chega a 31 participações diretas em gols pelo Atlético na temporada