A Data Fifa de setembro representa mais um capítulo de uma espécie de “revival” dos anos 80, quando Atlético e Flamengo eram considerados “a base da Seleção” em várias ocasiões e protagonizaram partidas épicas naquela década. Favoritos nas principais competições do calendário nacional em 2021, os dois rivais são os clubes brasileiros que mais cederam atletas nas três rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo a serem disputadas neste mês, a começar pelos cinco jogos da nona jornada, nesta quinta-feira (2), incluindo Brasil x Chile, às 22h, em Santiago.

Dentre os sete jogadores do Galo e os cinco do Urubu liberados para os combinados sul-americanos, sete estão presentes nos planteis do duelo da capital chilena. Do lado brasuca, o goleiro Everson, o lateral Arana e o atacante Hulk, do Alvinegro, e o meia Everton Ribeiro e o centroavante Gabigol, do Rubro-negro. De La Roja, fazem parte o atleticano Vargas e o flamenguista Isla.

Rivalidade

Essa quantidade de jogadores reitera a força dos elencos de Fla e Galo e é um dos fatores que ratificam uma rivalidade que atravessou décadas e se vê em um nível elevadíssimo de disputa que remete aos clássicos envolvendo os esquadrões de Reinaldo e de Zico.

Dentre os confrontos mais lembrados dessa trajetória, estão a final do Brasileiro de 1980, que teve o rubro-negro como campeão, e o polêmico empate sem gols no Serra Dourada, no jogo extra da fase de grupos da Libertadores, em que o Galo teve cinco atletas expulsos pelo controverso árbitro José Roberto Wright, acabou eliminado e viu o caminho aberto para os cariocas levantarem a taça.

Rivais

Hulk e Gabigol brigam por títulos por suas equipes nesta temporada e por um lugar no time titular da Seleção Brasileira

Depois daquela década, Flamengo e Atlético mediram forças em tantas outras grandes partidas, como na semifinal da Copa do Brasil de 2014, numa das maiores viradas da história do Alvinegro, por 4 a 1, no Mineirão, avançando à final contra o Cruzeiro e ficando com o troféu.

E 2021 pode significar o cume dessa história de rivalidade. Campeões estaduais, Galo e Urubu estão entre os principais favoritos nas três principais competições que disputam: são semifinalistas da Libertadores, venceram seus jogos de ida, fora de casa, nas quartas de final da Copa do Brasil e detêm ótimas campanhas no Brasileirão – o Atlético é líder da Série A, com 39 pontos, oito a mais que o Fla, atual quinto colocado, com dois embates a menos em relação aos mineiros. Pelo visto, aquela rivalidade histórica será elevada à enésima potência neste ano.

Elencos valiosos

Segundo o site Transfermarkt, o Flamengo possui o elenco mais valioso do Brasil, com valor de mercado de 145 milhões de euros. O plantel do Galo é o terceiro da lista, com 87,05 milhões de euros. No meio deles, em segundo, aparece o do Palmeiras, com 140 milhões de euros.

Leia mais:
Atlético chega a acordo com Avaí para quitar mais R$ 1 milhão de dívida relativa a Guga
BH começa nesta 5ª cruzamento do CPF de torcedores para identificar novas internações por Covid