Uma das torcedoras cruzeirenses mais famosas em Belo Horizonte, Maria Salomé da Silva, de 86 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (10). De acordo com o filho dela, Roberto da Silva, de 61 anos, ela passou mal ainda no Mineirão, pouco depois do jogo que rebaixou o Cruzeiro para a Série B do Campeonato Brasileiro, e foi atendida no posto médico do estádio. 

Depois, foi encaminhada para um hospital particular da capital, onde faleceu. Além de apaixonada pelo time , Salomé era auxiliar de limpeza na sede administrativa do Cruzeiro, no Barro Preto, região Centro-Sul de BH.  

Roberto também contou que a mãe morreu em decorrência de um problema no coração. As informações sobre o velório e o enterro ainda não foram definidas pela família. Além do filho, Salomé deixa também três netos.

Na última semana, a reportagem do Hoje em Dia havia conversado com Salomé para saber sua expectativa diante do jogo decisivo para o Cruzeiro e ela se mostrava otimista: “Vai ganhar, estou rezando muito”.   

O Cruzeiro emitiu uma nota lamentando a morte da torcedora ilustre. Confira, abaixo:

"O Cruzeiro Esporte Clube lamenta profundamente o falecimento de Maria Salomé da Silva, a nossa Dona Salomé. Mais do que uma torcedora ilustre, que apoiou o time ao longo de seus 86 anos, Salomé esteve no convívio diário de funcionários e associados no Clube Cruzeiro Barro Preto, onde era colaboradora. O Cruzeiro presta solidariedade aos familiares e aos mais de nove milhões de torcedores, que neste dia 10 de dezembro se tornam órfãos de uma das mais apaixonadas cruzeirenses".

Na manhã desta terça, a torcedora-símbolo do time celeste é o assunto mais comentado pelo Twitter no Brasil.