Mineirao

Mesmo com o anúncio por parte da Secretaria de Estado de Saúde (SES) que nenhum protocolo seria adequado para a volta do futebol em território mineiro no momento, o secretário da pasta afirmou que a data de 26 de julho para a retomada do esporte ainda não está 100% descartada.

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, Carlos Eduardo disse que um novo acordo pode ser firmado entre o governo e a Federação Mineira de Futebol (FMF) mantendo, quem sabe, a data previamente estabelecida. 

"Os protocolos serão avaliados, nós entendemos que o que foi conversado, que seria a possibilidade de retornar depois de 26 de julho, ainda entendemos que possa ser possível a reavaliação dos protocolos e novo acordo com a Federação Mineira. Gostaria de enfatizar que achei muito interessantes os protocolos, me surpreenderam pela qualidade, e eu entendo que assim que o Coes (Centro de Operações em Emergência e Saúde de Minas Gerais) avaliar devemos começar a caminhar com todo esse preparativo para o retorno do futebol", disse.

Leia mais:
Plano frustrado: COES veta proposta de retorno do Campeonato Mineiro no fim de julho

Na manhã desta segunda o Coes-MG informou que diante da piora da situação epidemiológica a avaliação era de que "nenhum protocolo seria adequado ao momento"

"Diante de um panorama com piora da situação epidemiológica e assistencial, em que, inclusive, foi recomendado o retorno de todos os municípios que aderiram a Deliberação do Comitê Extraordinário COVID-19 nº 39 de 29 de abril de 2020 (Plano Minas Consciente) para a onda verde, a avaliação feita foi de que nenhum protocolo seria adequado ao momento. Havendo uma melhora do panorama epidemiológico e assistencial os protocolos serão reavaliados para que a atividade seja retomada com segurança a vida dos envolvidos", disse em nota.

O secretário Carlos Eduardo enfatizou o discurso do Coes-MG e afirma, mesmo diante da incerteza sobre o retorno do futebol neste momento, que a data do dia 26 de julho ainda não está totalmente descartada. E que o retorno nesta data dependerá de algumas variáveis. 

"Em relação ao futebol eu gostaria de enfatizar que eu mesmo cheguei a ler os protocolos propostos pela Federação Mineira de Futebol. E achei que os protocolos são bons, protocolos sérios que demonstram muito cuidado e atenção com a epidemia. De uma forma geral a equipe técnica irá avaliar os protocolos, naturalmente pode vir a sugerir uma ou outra adequação, mas de uma forma geral são bons protocolos sim. O que acontece é que neste momento em que estamos vendo um aumento da epidemia, aceleração de casos, e que aguardamos ação ou resultados das ações que tivemos em retorno de onda verde na maior parte do Estado, entendemos que não seja adequado progredirmos em nenhum evento nesse sentido", afirmou. 

O Campeonato Mineiro foi interrompido na nona rodada da primeira fase e ainda restam duas rodadas para que a etapa inicial da disputa seja concluída. 

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estipulou que o Campeonato Brasileiro das Séries A e B possam começar entre 8 e 9 de agosto. Entretanto será necessária autorização dos governos estaduais e municipais para que haja a retomada do calendário nacional no País.