Um dia após o anúncio da reabertura do comércio não essencial, todos os três indicadores de monitoramento da Covid-19 em Belo Horizonte registraram aumento. Segundo o boletim divulgado pela prefeitura nesta terça-feira (20), o número médio de transmissão por infectado (RT) está em 0,92.

Na metrópole, a partir de quinta-feira (22), academias, bares, restaurantes, praças, parques e shoppings vão poder voltar a funcionar. Missas e cultos presenciais também estão permitidos, desde que sigam os protocolos de saúde. Clubes, museus, cinemas e teatros serão reabertos em outras etapas.

Esse é o terceiro aumento consecutivo na taxa, que chegou a 0,87 na última sexta-feira (16). O índice ainda esta abaixo de 1, o que é considerado aceitável por especialistas e significa que a cada grupo de cem pessoas contaminadas, outras 92 são infectadas.

Segundo o documento, em apenas um dia, a ocupação dos leitos de UTI para Covid-19, considerando redes pública e particular, saltou de 81,1% para 83,1%. No caso de leitos de enfermaria, passou de 58,9% para 59,1%, em nível de alerta amarelo, ou seja, intermediário.

Na capital mineira 166.187 pessoas já se infectaram e 3.979 pessoas já perderam a vida para a doença.

Segundo o levantamento traz ainda os dados sobre a imunização no município e até o momento, 469.421 belo-horizontinos receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 157.331 foram vacinados com as duas doses.

Leia Mais:
Covid-19: Ministério da Saúde autoriza mais 411 leitos de UTI
Supermercados estão autorizados a funcionar no feriado de Tiradentes em BH
Minas deve receber medicamentos do 'kit intubação' nesta semana, afirma Estado