"Nesse plano aqui sua missão terminou, mas sua marca para sempre nessa terra deixou", diz o trecho de uma canção compartilhada pela psicóloga Ivanilda José Basílio Felisberto, de 59 anos, em na sua página do Facebook, nesse domingo (18). O vídeo da música "Homem de fé", interpretada pela dupla Lucas e Luan, foi a última postagem de Ivanilda, que morreu na manhã desta segunda-feira (19) em um grave acidente na rua Professor Aníbal de Matos, no bairro Santo Antônio, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ela deixa um filho de 30 anos.  

Moradores da rua relataram que viram quando a mulher saiu de um prédio na via e entrou no seu carro, que estava estacionado no local, um Honda WRV de cor vinho. "Ela saiu do prédio, entrou no carro e ficou um minutinho ali mexendo no celular. Se ela tivesse entrado e já saído com o carro, talvez tivesse escapado", contou um morador, que preferiu não ser identificado. 

Ela foi vítima de um caminhão desgovernado que estava parado na via para içar uma caçamba de entulhos, apesar de a rua ter sinalização indicando a proibição do tráfego de caminhões. Quando a caçamba foi elevada, a parte da frente do caminhão ficou suspensa, perdendo a aderência com o solo, momento em que o condutor perdeu o controle da direção e o veículo passou a descer a rua, uma ladeira muito íngreme, desgovernado. 

O caminhão bateu na escada da entrada de um prédio, passou por cima do Honda, onde a mulher estava, esmagou o veículo e continuou descendo a rua arrastando o carro de passeio, que acabou ficando preso embaixo do veículo de carga. O caminhão também atingiu um Pálio, que teve a traseira danificada, e uma árvore, antes de finalmente parar. 

Leia mais:
Rua onde veículo desgovernado matou mulher em BH tem trânsito proibido para caminhões
Caminhão desgovernado destrói carros e mulher morre presa às ferragens no Santo Antônio