7 de Setembro: veja os locais das manifestações e como fica o trânsito de BH no feriado

Da Redação*
portal@hojeemdia.com.br
07/09/2021 às 08:46.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:49
 (Samuel Costa)

(Samuel Costa)

Protestos a favor e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) devem dar o tom ao feriado de 7 de Setembro em Belo Horizonte. Na capital, grupos de direita e esquerda vão protestar em pontos diferentes nesta terça-feira. As ruas e avenidas, no entanto, não vão sofrer desvio prévio no Dia de Independência, apenas se houver necessidade.

Para evitar conflitos entre os dois lados, o esquema de operações da Polícia Militar (PM) para os atos foi inspirado nos sistemas usados no Carnaval e nas eleições. Mais de 80% dos militares estarão em ação, com bases de apoio nas principais vias de deslocamento.

Veja os locais de manifestação em BH:

Pró Bolsonaro

  • Ato programado em defesa de Jair Bolsonaro está marcado para 10h
  • A concentração será na Esplanada do Mineirão, na Pampulha
  • Grupo seguirá pela avenida Carlos Luz, passando pela avenida Dom Pedro II, elevado Helena Greco e avenida Bias Fortes, até a Praça da Liberdade

Contra Bolsonaro

  • Participantes do Grito dos Excluídos vão se encontrar às 10h
  • O grupo vai se reunir na praça Afonso Arinos, no Centro de BH
  • Os manifestantes seguirão até a Praça 7 e, depois, Praça da Estação

Trânsito

Atos estão programados no Centro e na região da Pampulha e, de acordo com a BHTrans, todo o fluxo de pessoas será acompanhado do início ao fim dos protestos. Desvios poderão ser feitos, caso necessário, mas a decisão será tomada de forma conjunta com a Polícia Militar.

Os ônibus do transporte coletivo municipal vão circular com quadro de horários de domingo e feriado. Os usuários podem consultar o quadro de todas as linhas no Portal da Prefeitura e pelo aplicativo SIU Mobile. 

A empresa também confirmou que vai usar a conta do Twitter para atualizar a população sobre desvios necessários ao longo do dia. Toda a ação será acompanhada pelos guardas da autarquia, Guarda Municipal e PM.

Para garantir a fluidez nas ruas da capital e nas estações do Move, a Guarda afirmou que vai atuar ao lado das forças de segurança pública de BH, com apoio de mais de 2,5 mil câmeras de vigilância. 

*Com informações de Lucas Sanches

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por