Após 5 anos de operação, Cabify encerra atividades no Brasil nesta segunda-feira

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
14/06/2021 às 15:36.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:10
 (Cabify/Divulgação)

(Cabify/Divulgação)

A Cabify, empresa de transporte via aplicativo, encerrou as atividades no Brasil nesta segunda-feira (14) após cinco anos de operação. Em abril, a companhia informou que o país foi muito afetado pela pandemia de Covid-19, com recuperação pior do que outras localidades da América Latina. 

Segundo a empresa, que é concorrente direta de Uber e 99, os acionistas da Cabify têm "um forte compromisso com a busca de rentabilidade e, como resultado de um constante processo de análise neste mercado (Brasil), tomou a decisão de encerrar o serviço a partir de 14 de junho", afirmou, há dois meses.

Conforme a plataforma, todos os motoristas parceiros, passageiros e empresas que utilizam os serviços no país foram informados, e que continuará com o serviço na Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México, Peru e Uruguai.

Cabify

Fundada em 2011, em Madri (Espanha), a Cabify expandiu o serviço de mobilidade multimodal no mesmo ano para a América Latina. Em 2016, a empresa chegou ao Brasil. São mais de 33 milhões de usuários registrados no mundo, com 400 mil motoristas parceiros e 65 mil empresas como clientes registrados na divisão de mobilidade corporativa.

A empresa aderiu ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2018. A Cabify diz ser a primeira empresa na América Latina e Europa a compensar as emissões de CO2 geradas por sua operação.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por