As chuvas que atingiram a Região Metropolitana de Belo Horizonte nos últimos dias deram muito trabalho ao Corpo de Bombeiros. Segundo balanço, os militares foram acionados 21 vezes para atender ocorrências de árvores caídas em vias públicas ou sobre imóveis. 

De acordo com a corporação, o levantamento foi feito entre a meia noite de segunda-feira (11) e as 14 horas desta terça-feira (12). Dos chamados, seis foram para casos em que as árvores caíram sobre casas. 

Os bombeiros também foram solicitados em outras oito oportunidades para cortar espécimes com risco iminente de queda. Além disso, contabilizaram, no mesmo período, 40 solicitações de vistorias.

Acumulado de chuvas

Em pouco menos de duas semanas, BH já registrou, em todas as nove regionais, mais da metade do volume de água da chuva esperado para todo o mês. Na região Centro-Sul, por exemplo, já choveu mais do que o esperado para todo o período. 

De acordo com a Defesa Civil, a média histórica de janeiro é de 329,1 mm. Veja o acumulado de chuvas até as 6h desta terça:

Barreiro: 191 (58%)
Centro Sul: 343,6 (104,4%)
Leste: 229,4 (69,7%)
Nordeste: 268 (81,4%)
Noroeste: 278,6 (84,7%)
Norte: 211,6(64,3%)
Oeste: 269,4 (81,9%)
Pampulha: 252,6 (76,8%)
Venda Nova: 216,6 (65,8%)

Na manhã de hoje, o órgão divulgou um comunicado alertando para a possibilidade de chuva entre 20 a 40 mm, acompanhadas de raios e rajadas de vento em torno de 50 km/h. Os moradores da capital devem ficar atentos até 8h desta quarta-feira (13).

Leia também:

Três pessoas morreram em batida entre caminhão e dois carros na BR-381, na Grande BH
'Se precisar, eu ajoelho no pé do presidente', diz Kalil sobre ampliação do metrô de BH