Foi realizada, na manhã desta terça-feira (29), uma operação para esvaziar uma barragem no Serro, no Vale do Jequitinhonha. Localizada na Fazenda do Tanque, a barragem, que trata-se de uma propriedade privada, estava vazando desde a última sexta-feira (25). Mas não houve rompimento. 

Na segunda-feira (28), o prefeito Epaminondas Pires de Miranda convocou uma reunião para definir todas as operações. A decisão foi de reduzir o volume de água, diminuindo assim a pressão. Caso a barragem se rompa, o esvaziamento reduzirá o desastre. Segundo o prefeito, a estrutura apresentava irregularidades por ser uma construção antiga, com mais de 60 anos. 

Foram instaladas duas bombas de sucção para aumentar a vazão da água. A expectativa é que 40% do nível da água seja reduzido nos próximos quatro dias. A força-tarefa conta com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), do Corpo de Bombeiros Militar, do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) e da Prefeitura de Serro. 

Por questões de segurança, 21 pessoas que moravam próximas à barragem foram retiradas do local. 

O delegado da PC, Bruno Avelar, afirmou que o risco de rompimento é baixo, mas a polícia está a postos para o que for necessário. 

As atualizações sobre a barragem estão sendo publicadas nas redes sociais da prefeitura. 

Leia mais:

Atacante Hulk se envolve em batida de carro em Contagem; veja o vídeo
Vacinação contra Covid deverá impulsionar matrículas no ensino superior, diz estudo