Belo Horizonte vai ganhar cinco novos túneis de desinfecção para higienização dos usuários do transporte coletivo na próxima terça-feira (6). Os equipamentos serão instalados nas estações Hiper Centro Carijós, Hiper Centro Rio de Janeiro, Barreiro, São Gabriel e Venda Nova. 

A capital já conta com um equipamento inaugurado na estação Pampulha no dia 4 de agosto.

A iniciativa é do Consórcio Operacional do Transporte Coletivo de Passageiros por Ônibus do Município de Belo Horizonte (Transfácil), da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), BHTrans e Prefeitura de Belo Horizonte.

O investimento para a iniciativa será de R$ 200 mil. As estruturas borrifam água ozonizada sobre os passageiros e segundo o consórcio não utilizam produtos químicos e reduzindo possível transmissão para outras superfícies do ambiente através da emissão de uma névoa. “Atualmente estamos enfrentando a Covid-19 em um cenário promissor, com queda nas mortes e no número de novos infectados. Esperamos com mais está alternativa de higienização, contribuir para acelerar esse processo reduzindo ainda mais a curva de contágio”, explica o presidente do Transfácil, Ralison Guimarães. 

Embora a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirme, em nota técnica, que não há, até o momento, evidências científicas sobre a eficácia de túneis para a desinfecção de pessoas, o equipamento é eficiente para a higienização e assepsia, afirma Guimarães.