A Prefeitura de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), reduziu o intervalo de aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para 56 dias e preparou um cronograma especial para a semana. A cidade também espera vacinar idosos, imunossuprimidos e trabalhadores da saúde com a dose de reforço.

Para ser imunizada, a pessoa precisa levar documento de identidade, CPF,  cartão de vacina com o registro da primeira dose e o Cartão SUS.

Adultos com mais de 35 anos que já tenham completado ao menos 56 dias desde a primeira dose da Pfizer podem comparecer em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS), das 8h às 17h, para completar a proteção.

Os moradores de 34 e 35 anos receberam a segunda dose nesta segunda-feira (18). Quem tem de 26 a 33 anos e já completou ao menos 56 dias desde a primeira dose da Pfizer poderão receber a segunda em qualquer UBS, das 8h às 17h, de acordo com o seguinte cronograma:

  • Terça-feira (19)- pessoas com 32 e 33 anos
  • Quarta-feira (20)- pessoas com 30 e 31 anos
  • Quinta-feira (21)- pessoas com 28 e 29 anos
  • Sexta-feira (22)- pessoas com 26 e 27 anos

Adolescentes entre 12 e 17 anos poderão comparecer a qualquer UBS, das 8h às 17h na quarta-feira (20), para receber a segunda dose caso já tenham completado o intervalo necessário após a primeira aplicação do imunizante.


Dose de reforço

A dose de reforço será aplicada em idosos de 65 a 70 anos a partir desta terça-feira (19), das 8h às 17h em todas as UBS da cidade.

Trabalhadores da saúde que atuam em clínicas privadas, nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), no CENSA, Proclin, CETUS, Banco de Leite, CRR, SEPADI, IML e Divino Braga, além dos demais trabalhadores da Secretaria Municipal de Saúde, recebem a dose de reforço no anexo do Cerest, no bairro Brasileia, das 8h às 17h. É preciso que o trabalhador já tenha completado 180 dias após a aplicação da segunda dose. O cronograma para o público é:

  • Terça-feira (19)- 50 anos e mais
  • Quarta-feira (20)-  de 40 a 49 anos
  • Quinta-feira (21)- 30 a 39  anos
  • Sexta-feira (22)- 18 a 29 anos

Os imunossuprimidos também recebem o reforço no anexo do Cerest ao longo da semana. É preciso que eles já tenham completado ao menos 28 dias após a aplicação da segunda dose do imunizante.

Leia mais:
Transmissão da Covid-19 em BH volta a subir após duas semanas em ritmo de queda
BH aplicou 65 mil doses durante os primeiros 16 dias da Campanha Nacional de Multivacinação