Belo Horizonte chegou nesta sexta-feira (11) a 1.104 mortes por Covid-19, com 37.123 casos confirmados, segundo o Boletim Epidemiológico e Assistencial da prefeitura. Seis óbitos ainda estão em investigação e outros 2.574 casos supostos da doença são acompanhados. 

No levantamento por Regionais, a Nordeste tem o maior número de mortes: 139, uma a mais que a Oeste, 138. Na sequência, aparecem Venda Nova (136), Noroeste (135), Barreiro (123), Leste (118), Norte (107), Centro-Sul (107) e Pampulha (101).

Quanto ao número de casos, a região Leste lidera (508), seguida pela Oeste (501), Barreiro (494), Nordeste (441), Noroeste (371), Venda Nova (351), Pampulha (318), Centro-Sul (315) e Norte (294).

Entre as pessoas que morreram vítimas da Covid-19 em Belo Horizonte, 618  são homens e 486 mulheres. A maioria, 81% (894) é formada por idosos. Outros 16,4% (181) tinham entre 40 e 59 anos; e 2,6% (29) entre 20 e 39 anos.

Segundo a PBH, a taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para Covid está em 46,7% e, de enfermaria, em 44,7%. A taxa de transmissão, que avalia a contaminação de uma pessoa para outra, está em 0,94, o que significa que para cada cem pessoas com a doença, outras 94 são infectadas. Todos os índices estão na categoria verde, o que permitiu um novo avanço na flexibilização nesta sexta.