Os leitos de UTI e de enfermaria exclusivos para Covid-19 em Belo Horizonte começam a ser desmobilizados na cidade. O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (11), durante entrevista coletiva na prefeitura.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, a medida decorre da taxa de ocupação, que está abaixo de 50%. Além disso, o Rt, índice que mede a taxa de transmissão do novo coronavírus, está em 0,95. Ou seja, cada grupo de 100 pessoas tem potencial para transmitir para outras 95.“Assim, todos os indicadores da doença na cidade estão verdes”, destacou.

Até o momento, 101 leitos de enfermaria já foram desmobilizados. No caso da terapia intensiva, 52. Ainda há, no entanto, 1612 leitos de enfermaria e 689 de UTI exclusivos para Covid.

Jackson Machado

O secretário municipal de Saúde, Jackson Machado

O secretário disse, ainda, que a desmobilização é lenta e pode ser revertida a qualquer momento, caso haja necessidade.

Os leitos que deixam de ser exclusivos para Covid passam, conforme a prefeitura, a serem utilizados por pacientes que necessitarem por outras doenças.

Leia mais:
PBH libera comércio no sábado e volta a permitir atividades coletivas em academias