A chuva forte que provocou enchentes e abriu buracos em várias ruas da capital no último domingo pode se repetir até o fim de semana. Para hoje e amanhã a previsão é também de queda nos termômetros. 

A possibilidade de novos temporais é maior a partir de quinta-feira, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Por conta da previsão de precipitações continuadas, a Defesa Civil municipal emitiu alerta de risco geológico. O encharcamento do solo pode colocar em risco de deslizamento mais de mil casas em Belo Horizonte. 

Meteorologista do Inmet, Claudemir Azevedo diz que nesta terça-feira o céu estará nublado, podendo chover a qualquer momento. Temperatura máxima de 24°C e mínima prevista de 18°C. Na quarta-feira o cenário deve se repetir.

“O tempo vai ficar fechado nesses dois dias”, avisou o especialista, frisando que o risco de pancadas de chuva é maior no fim de semana. 

Rescaldo

No domingo, caiu chuva forte em todas as regiões de Belo Horizonte. A Defesa Civil chegou a bloquear a circulação de veículos nas avenidas Vilarinho, em Venda Nova, e Tereza Cristina, em toda extensão onde o ribeirão Arrudas não tem cobertura. Segundo o órgão, o fechamento foi feito de forma preventiva devido ao risco de transbordamento.

Porém, foi no encontro das avenidas Tereza Cristina e Presidente Castelo Branco, na Cidade Industrial, em Contagem, que a chuva deixou um grande rastro de sujeira e buracos na via. Agentes da Transcon tiveram que intervir no cruzamento, já que o semáforo ficou desligado após o temporal. 

Já na Vila São Paulo, na região Nordeste de BH, moradores foram testemunhas – mais uma vez – da enchente. Uma das que vivem no local, Célia Gomes lamentou que a região vire um caos toda vez que chove. Ao Hoje em Dia, contou que a filha viu um homem pular de cima de um carro e ser resgatado com escoriações.

(*) Com Anderson Rocha e Cinthya Oliveira