Enquanto algumas pessoas ainda trabalham para se reestrututar dos estragos causados pelo forte temporal que inundou áreas da Região Metropolitana de Belo Horizonte na noite de domingo (1º), a Defesa Civil de Belo Horizonte voltou a alertar para o risco de chuvas fortes entre a tarde desta segunda-feira (2) e a manhã de terça-feira (3). 

De acordo com o alerta do órgão, existe a possibilidade de pancadas de chuva acompanhadas de raios e rajadas de vento de aproximadamente 50 km/h. O aviso é válito até as 8h de terça. 

915D4474.JPG
No domingo (1º), pessoas ficaram ilhadas após o nível da água subir na avenida Tereza Cristina

Diante do risco de novas inundações na cidade, a Defesa Civil emitiu uma série de recomendações que devem ser seguidas pela população nas horas de chuvas fortes. Confira: ⠀

- Redobre a sua atenção! Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva.

- Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos.

- Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores.

- Atenção especial em áreas de encostas e morros.

- Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199).

- Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199).

- Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

Estragos

No domingo, a situação foi mais crítica no encontro das avenidas Tereza Cristina e Presidente Castelo Branco, na Cidade Industrial, em Contagem, na Grande BH. Por lá, a chuva deixou um grande rastro de sujeira, além de buracos nas vias. Agentes da Transcon tiveram que atuar no cruzamento, pois o semáforo ficou desligado após o temporal.

Na Vila São Paulo, os moradores mais uma vez foram testemunhas da enchente. Dona Célia Gomes, que mora no alto da vila, diz que toda vez em que chove intensamente, a região vira um caos. A filha dela viu quando um homem ficou ilhado em cima do carro durante a enchente de domingo. O veículo foi arrastado pela correnteza; o homem pulou do carro; foi resgatado, com escoriações, e levado pela Guarda Municipal até a UPA Oeste, de acordo com o Corpo de Bombeiros. 

Veja o vídeo:

“Só Deus para ter misericórdia de tudo que vemos descendo aqui, das casas que são inundadas. Ontem, gritamos para o homem sair do carro na hora em que a água começou a subir, mas ele não conseguiu. Graças a Deus, ficamos sabendo que ele saiu com vida”, contou Célia.

Esta foi a segunda grande enchente na avenida Tereza Cristina neste ano. A primeira aconteceu no dia 29 de outubro, quando a via teve de ser interditada após o transbordamento do córrego Ferrugem. Naquela ocasião, pela primeira vez os motoristas começaram a ser deslocados pelo aplicativo Waze para caminhos alternativos no momento em que a avenida foi bloqueada pela Defesa Civil. A ação vem se repetindo sempre que há perigo de transbordamento.

Leia mais:
Após temporal, moradores da avenida Tereza Cristina contabilizam prejuízos
Após temporal, Defesa Civil de BH emite alerta para deslizamentos
Chuva forte faz Defesa Civil bloquear circulação nas avenidas Vilarinho e Tereza Cristina