O Corpo de Bombeiros recuperou nesta segunda-feira(25), três bicicletas do aplicativo Yellow que foram jogadas no leito do Arrudas, debaixo do viaduto José Maria Torres Leal, no bairro Santa Efigênia, na região Leste de Belo Horizonte.

Essa não é a primeira vez que vândalos atacam o sistema de compartilhamento de bikes que começou a operar na capital na segunda quinzena de janeiro deste ano. Em 21 de janeiro três bicicletas também foram jogadas dentro do rio Arrudas, próximo à passarela da estação Santa Tereza, também na região Leste de BH.

As imagens foram compartilhadas nas redes sociais por pessoas que ficaram indignados com a cena. 

Na madrugada do dia 19 deste mês, três jovens foram presos em flagrante após arrancarem a trava de uma bike no Centro da capital e um deles fugir pedalando. O crime foi flagrado por câmeras do sistema Olho Vivo. 

Como funcionam

Presentes em São Paulo desde 2018, as bicicletas e patinetes elétricos do aplicativo Yellow chegaram em Belo Horizonte no dia 15 de janeiro deste ano. Desde então, foi iniciada uma operação piloto nos bairros Centro, Savassi, Santa Efigênia, Santo Agostinho, Lourdes, Funcionários, Carmo, Cruzeiro, Anchieta e Sion. Ao todo, foram disponibilizadas na capital mineira 500 bikes e 250 patinetes. 

Para as bicicletas, o preço do aluguel é de R$ 1 a cada dez minutos, enquanto que para os patinetes o custo é de R$ 3 para o desbloqueio e R$ 0,50 para cada minuto de uso. As corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro, e os créditos para uso das bicicletas poderão ser comprados em dinheiro em estabelecimentos parceiros espalhados pela cidade.

Os patinetes estarão disponíveis todos os dias da semana das 8h às 20h, em pontos parceiros. No final do dia a Yellow recolhe os patinetes para recarga, manutenção e limpeza. E na manhã seguinte, os disponibiliza novamente para uso nos pontos privados.

Já as bikes podem ser usadas de segunda a segunda, 24 horas por dia, e estacionadas depois em qualquer lugar dentro da área de atuação da Yellow na cidade, em locais onde o estacionamento de bicicletas é permitido para ciclos e vagas comum de veículos, perpendicularmente ao sentido da via. A novidade é que este serviço é realizado sem estação para retirada e devolução.

A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato com a empresa e aguarda uma posição sobre mais esse caso de vandalismo em BH.

Leia mais:
Trio consegue destravar bicicleta da Yellow e é preso pela PM no Centro de BH
Bicicletas de empresa recém-instalada em BH são jogadas no rio Arrudas
Startups brasileira e mexicana se unem em empresa de bicicletas e patinete
Moradores de BH podem alugar patinetes elétricos a partir desta terça